sicnot

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Imprensa espanhola destaca vitória de Marcelo

Os jornais espanhóis El País, La Razón e o económico Expansión destacam hoje em capa a vitória de Marcelo Rebelo de Sousa no domingo nas eleições presidenciais portuguesas.

Lusa

"Portugal elege para Presidente o conservador Rebelo de Sousa", escreve o El País (diário conotado com a esquerda).

O jornal salienta que, "apesar de militar" numa formação política diferente da do primeiro-ministro, Marcelo Rebelo de Sousa "prometéu diálogo ao Governo socialista de António Costa", que está sob "observação cuidadosa de Bruxelas".

O El País recorda que o novo Governo de Portugal está a trabalhar na aprovação de "um Orçamento com menos ajustes do que exige a UE".

O La Razón destaca o tema em capa, com uma grande fotografia de Marcelo Rebelo de Sousa, titulando: "Portugal vira à direita meses depois da 'frente de esquerda'" acordada entre o PS, o Bloco de Esquerda e o PCP.

O jornal, conotado com a direita espanhola, também destaca que "Rebelo de Sousa prometeu atuar como negociador justo para criar as condições de gobernabilidade que permitam ao primeiro-ministro cumprir o seu mandato de quatro anos".

No entanto, o La Razón também realça a "frágil estabilidade do atual Governo" português.

O ABC destaca nas suas páginas interiores que a vitória de Rebelo de Sousa concretizou o que diziam todas as sondagens.

No entanto, com os partidos em Espanha pendentes de um entendimento para formar Governo (à esquerda entre o PSOE e o Podemos ou entre os dois principais partidos, o PP e o PSOE), o jornal de direita indica que a situação de Portugal pode servir de exemplo.

"Estes resultados demonstram que agora os portugueses parecem deixar claro que a estabilidade do país passa por um entendimento entre os dois principais partidos", adianta o ABC. Em Espanha, a única forma de o PP - o partido que o ABC costuma apoiar - se manter no poder é um entendimento com o PSOE.

Quanto aos jornais económicos, o Expansión indica apenas em capa "Marcelo Rebelo de Sousa será Presidente de Portugal".

Lusa

  • Marcelo quer ser o Presidente da união e do consenso
    3:28

    Presidenciais 2016

    Marcelo Rebelo de Sousa promete ser um Presidente livre e isento. No discurso de vitória, elegeu os consensos políticos e a unidade nacional como prioridades. O Presidente da República eleito quer um Governo eficaz, uma oposição ativa e um país que consiga conciliar crescimento económico, justiça social e estabilidade financeira.

  • Aluno abre fogo em escola brasileira, pelo menos dois mortos

    Mundo

    Um aluno de 14 anos disparou vários tiros esta sexta-feira numa escola particular, em Goiânia, no Brasil. De acordo com o Globo, dois estudantes morreram e outros quatro ficaram feridos com gravidade. O aluno do 8.º ano foi detido pelas autoridades.

  • Um morto e sete feridos em ataque com faca na Polónia

    Mundo

    Um homem atacou esta sexta-feira várias pessoas com uma faca, num centro comercial em Stalowa Wola, na Polónia. Segundo as autoridades, uma pessoa morreram e sete ficaram feridas. O atacante foi preso pela polícia, depois de ser detido por alguns cidadãos que estavam no centro comercial.

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão