sicnot

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Marcelo agradece aos portugueses e promete presidência de proximidade

O Presidente da República eleito, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou esta terça-feira uma nota de agradecimento aos portugueses na qual promete uma presidência de proximidade, e defendeu que o povo ordenou a "abertura de um ciclo de renovação da esperança".

Lusa

Num e-mail que Marcelo Rebelo de Sousa assina com um "abraço amigo", o Presidente da República eleito nas presidenciais do domingo começa com um "Obrigado Portugal", agradecendo "a todos aqueles que, seja em quem for que tenham depositado o seu voto, participaram deste ato eleitoral" porque "o voto é a expressão da democracia".

"Agradeço a confiança que o povo de Portugal depositou em mim ao votar para me eleger Presidente da República. O povo é quem mais ordena, e desta vez o povo ordenou e acreditou na abertura de um ciclo de renovação da esperança e de proximidade. Ciclo esse que é da maior importância, ao prepararmos o país para a saída da crise", sublinhou.

Marcelo Rebelo de Sousa deixa ainda uma promessa: "Darei tudo, darei o meu melhor por Portugal. Portugal merece o meu melhor, e o melhor de todos nós".

O Presidente da República eleito recordou as prioridades que definiu no discurso da vitória de domingo à noite, que serão "restabelecer equilíbrios sociais, fazer pontes para unir um país fragmentado, sarar as feridas causadas pelos tempos difíceis que atravessámos, e melhorar a qualidade de vida dos mais desfavorecidos".

"Todas as portuguesas e todos os portugueses contam, e contarão sempre, com o meu afeto. Afeto para os ouvir, para os entender, para os ajudar a encontrar soluções", vincou.

Marcelo garante assim que está e estará "sempre próximo de todos", pois como afirmou ao longo da campanha, vai exercer uma presidência "de proximidade e de afeto".

"Proximidade não apenas geográfica, mas espiritual", concretizou.´

Marcelo Rebelo de Sousa foi no domingo eleito Presidente da República com 52% dos votos, uma percentagem acima dos 50,5% conseguidos na primeira eleição pelo seu antecessor, Cavaco Silva, em 2006.

O ex-líder do PSD e comentador político tornou-se no quinto Presidente da República portuguesa desde o 25 de Abril de 1974, numas eleições em que se registou uma abstenção de 51%.

Segundo os dados do Ministério de Administração Interna, Marcelo obteve 52%, seguindo-se Sampaio da Nóvoa (22,89%), independente apoiado por personalidades do PS, Marisa Matias (10,13%), apoiada pelo BE, Maria de Belém (4,24%), militante do PS, Edgar Silva (3,95%), apoiado pelo PCP, Vitorino Silva (3,28%), Paulo de Morais (2,15%), Henrique Neto (0,84%), Jorge Sequeira (0,3%) e Cândido Ferreira (0,23%).

Lusa

  • Os confrontos de Rui Rio
    3:38

    País

    Esta não é a primeira vez que Rui Rio enfrenta adversidades. O mesmo aconteceu durante a presidência da Câmara do Porto, quando assumiu uma rutura total com o Futebol Clube do Porto. Na primeira conferência de imprensa como presidente do PSD, avisou os adversários internos de que o clima de confronto é um ambiente do qual gosta.

  • Governo aceita diálogo com PSD após eleição de Rio
    1:52

    País

    Com a eleição de Rui Rio, o Governo aceitou entender-se com o PSD, provocando algumas críticas por parte do PCP e o Bloco de Esquerda. O líder parlamentar socialista diz que admitir o diálogo é Democracia, mas garante que o que sempre dividiu o PS do PSD mantém-se.

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Vírus do Zika pode proteger contra a dengue

    Mundo

    Uma equipa de investigadores brasileiros acredita que a infeção do vírus Zika pode tornar a pessoa imune contra a dengue. Anteriormente, uma investigação chinesa já tinha conseguido provar o inverso: quem apanha dengue pode estar mais protegido contra o vírus do Zika.

    SIC

  • Pesca explora mais de metade de todos os oceanos

    Economia

    A pesca industrial explora mais de metade de todos os oceanos, uma área quatro vezes maior que a utilizada pela agricultura, havendo mais atividade no norte do Atlântico e do Pacífico, conclui um estudo divulgado esta quinta-feira.