sicnot

Perfil

Prince 1958-2016

Prince 1958-2016

Prince 1958-2016

Mick Jagger diz que Prince era "um artista revolucionário" e de "talento infinito"

O vocalista dos Rolling Stones, Mick Jagger, prestou homenagem ao músico Prince, hoje falecido aos 57 anos, classificando-o como "um artista revolucionário" cujo "talento era infinito".

© Henry Romero / Reuters

"Estou profundamente chocado com a morte de Prince", disse Mick Jagger na rede social Twitter, saudando "o artista revolucionário, o grande músico, o compositor, o maravilhoso letrista, e o extraordinário guitarrista".

O corpo de Prince Rogers Nelson foi encontrado hoje de manhã dentro de um elevador do seu estúdio de gravação em Paisley Park, a sua propriedade em Chanhassen, no estado norte-americano do Minnesota, indicou o gabinete do xerife de Carver County, citado pelo diário local Star Tribune.

O músico já tinha sido hospitalizado de urgência há alguns dias, com uma infeção respiratória grave, mas depois disso regressou aos palcos.

Desconhecem-se ainda as causas da morte e as autoridades locais indicaram que "está em curso uma investigação".

Lusa

  • Morreu o cantor Prince

    Prince 1958-2016

    O cantor Prince foi encontrado morto em casa na cidade de Minneapolis, no Estado norte-americano do Minnesota. De acordo com a página especializada em celebridades TMZ, que cita autoridades policiais, foi aberta uma investigação à morte do músico em Paisley Park, onde Prince tinha casa e um estúdio. O músico tinha sido hospitalizado recentemente com uma gripe.

  • Morte de Prince teve reações imediatas nas redes sociais
    1:13

    Prince 1958-2016

    A morte de Prince teve reações imediatas. A rede social Twitter foi o meio mais rápido para os amigos apresentarem as condolências. Vários artistas de várias áreas dizem-se chocados com a notícia e aproveitam para elogiar a contribuição de Prince para a música. Justin Timberlake, Katy Perry ou Spike Lee foram alguns dos nomes que prestaram condolências.

  • Carismático e energético

    Prince 1958-2016

    Prince Rogers Nelson foi considerado um ícone carismático e energético da música pop. Nasceu a 7 de junho de 1958 em Minneapolis, nos EUA. Filho de um músico de jazz, o seu nome foi inspirado na banda do seu pai, Prince Rogers Trio.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.