sicnot

Perfil

Rio 2016

Brasil revê medidas de segurança para o Rio 2016 após atentado em Nice

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sérgio Etchegoyen, informou hoje que o Governo brasileiro vai "rever" as medidas de segurança para os Jogos Olímpicos 2016, na sequência do atentado de Nice.

"Desde aquele momento [mortes em Nice], o Ministério da Justiça, o Ministério da Defesa e o GSI estão a trabalhar para garantir que continuemos no mesmo nível de segurança nos Jogos Olímpicos", garantiu.

Vão ser necessárias "revisões, novas providências" e "muito trabalho intenso daqui para frente para manter o nível de segurança", vincou o governante.

"Essa revisão, obviamente, identificará algumas lacunas e posso dizer-lhes, com bom grau de probabilidade, que o quadro atual sugere-nos incremento de algumas medidas relativas aos Jogos", adiantou Sérgio Etchegoyen aos jornalistas.

Entre as medidas, explicou o governante, estão mais "postos de controlo, mais barreiras e algumas restrições no trânsito".

"É importante que a população entenda que vamos trocar um pouquinho de conforto por muita segurança", disse ainda.

Segundo o titular do GSI, o planeamento de segurança feito até aqui será "auditado" para perceber se houve uma "eventual lacuna" nas ações de preparação.

Um camião atingiu na quinta-feira à noite uma multidão em Nice, França, na Promenade des Anglais, quando decorria um fogo-de-artifício para celebrar o dia de França.

O último balanço das autoridades francesas aponta para 84 mortos e uma centena de feridos, 18 dos quais continuam em estado considerado crítico. O condutor do camião foi abatido pela polícia.

As autoridades francesas já consideraram estar perante um atentado e o Presidente da França, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado. França decretou luto nacional de três dias.

A autoria do ataque ainda não foi reivindicada.

Na quarta-feira, o Governo brasileiro foi surpreendido com a informação de que um brasileiro ligado ao Estado Islâmico estava a planear um atentado contra a delegação francesa durante os Jogos Olímpicos Rio2016.

Nesse dia, a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) respondeu aos jornalistas que não foi informada pelos serviços secretos franceses dessa ameaça.

A informação tinha sido passada pelo chefe da Direção de Inteligência Militar, general Christophe Gomart, durante uma audiência a 26 de maio na Comissão Parlamentar de Luta contra o Terrorismo que investiga os atentados de 2015 em França.

O Governo tem insistido que, embora haja sempre uma possibilidade, não há probabilidade de atentados durante o maior evento desportivo do mundo, que se realiza de 05 a 21 de agosto no Rio de Janeiro.

Hoje, o ministro voltou a dizer: "Sem querer transmitir um falso otimismo, o que seria uma enorme irresponsabilidade, estamos prontos para os Jogos Olímpicos de 2016".

O Presidente interino, Michel Temer, convocou uma reunião para a tarde de hoje com os ministros da Justiça, GSI e Defesa.

Lusa

  • Défice cai 1.900 milhões até agosto

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 2.034 milhões de euros até agosto, uma "melhoria de 1.901 milhões" face ao mesmo período de 2016, segundo o Governo, que justifica com aumento superior a 4% da receita.

  • Coreia do Norte acusa Trump de declarar guerra

    Mundo

    A Coreia do Norte acusou hoje o Presidente norte-americano de ter "declarado a guerra". O chefe da diplomacia norte-coreana ameaçou abater todo e qualquer bombardeiro dos EUA que se aproxime do território.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.

  • Atores recriam cena em que um homem é vítima de violência doméstica
    1:35
  • Ministério Público admite eventual detenção do presidente do governo da Catalunha
    2:24
  • "Bispo vermelho"

    "Recebia trabalhadores e sindicalistas, batia à porta de políticos e empresários, andava pelas ruas da cidade ao encontro dos que das ruas da cidade faziam casa". Joaquim Franco evoca Manuel Martins, o "bispo vermelho".

    Joaquim Franco

  • Apreendidos quase 7.000 comprimidos ilegais vendidos pela internet
    1:43

    País

    O Infarmed e a Autoridade Tributária apreenderam perto de 7.000 unidades de comprimidos ilegais.A apreensão aconteceu no âmbito de uma operação internacional da Interpol de combate aos medicamentos ilegais vendidos pela internet, explicou à SIC Luís Sande e Castro, diretor da Unidade de Inpeção do Infarmed.

  • Criar galinhas na cozinha, guerras no fogão, e drones dentro de casa
    7:28
  • Passageiro detido com 1 kg de ouro no reto

    Mundo

    Os funcionários da alfândega do aeroporto de Colombo, Sri Lanka, estranharam o comportamento de um passageiro que "caminhava com dificuldade". Um exame completo revelou a valiosa carga que levava escondida... no tubo intestinal.