sicnot

Perfil

Rio 2016

Bruma desolado por Galatasaray não o ter dispensado para os Jogos Olímpicos

O futebolista internacional português Bruma confessou-se hoje "desolado por não cumprir o sonho" de ir aos Jogos Olímpicos na sequência da recusa do seu atual clube, o Galatasaray, de o dispensar para representar Portugal no Rio de Janeiro.

O segundo lugar da lista de atletas mais procurados pertence a Bruma.

O segundo lugar da lista de atletas mais procurados pertence a Bruma.

Armando Franca

O selecionador nacional de sub-21, Rui Jorge, pretendia levar Bruma aos Jogos Olímpicos, tendo a Federação enviado um pedido de autorização ao clube turco, cuja resposta, dada há três dias, foi negativa.

"Tenho de respeitar a decisão do clube, porque não está obrigado a ceder-me à seleção. Mas sempre disse que era um sonho meu representar a seleção nacional numa competição como os Jogos. Estou desolado por não o fazer", disse Bruma, em declarações à sua assessoria de imprensa.

A ida aos Jogos era "um dos objetivos que tinha traçado para a carreira", razão pela qual confessa a sua "tristeza por não o alcançar e a necessidade de se habituar à ideia de que não vai cumprir esse sonho".

O internacional português já se destacou durante a pré-época em curso, ao apontar um grande golo no único jogo de preparação do seu clube, numa altura em que aguarda pela conclusão das negociações que decorrem entre o PSV Eindhoven e o Galatasaray para a sua transferência definitiva para o clube holandês.

Bruma espera, agora, que a seleção consiga trazer uma medalha dos Jogos: "Vou torcer e, claro, espero que a nossa seleção consiga trazer uma medalha. Estamos numa fase muito boa do futebol português e tenho a certeza que os meus colegas que vão estar no Brasil saberão honrar a nossa camisola e o nosso país. Vou tentar acompanhar os jogos de Portugal e, claro, não escondo que talvez me emocione a vê-los, pensando que gostaria muito de estar com eles e a ajudá-los a lutar por Portugal e a escutar o nosso hino".

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.