sicnot

Perfil

Rio 2016

Metade dos brasileiros estão contra a realização dos Jogos Olímpicos

Quase metade da população brasileira está contra a realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, de acordo com uma sondagem divulgada hoje pelo Instituto Datafolha.

© Ricardo Moraes / Reuters

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, que publicou o levantamento, o número de brasileiros que se posicionava contra a realização da Rio 2016 na pesquisa anterior, realizada em junho de 2013, era de 25%. Assim, o índice de rejeição duplicou de 2013 para 2016.

Os dados mostram que há três anos, 64% eram favoráveis aos Jogos. Agora, 40% dizem-se favoráveis. Outros 9% disseram-se indiferentes à competição e 2% não responderam.

O Datafolha apontou que o número de pessoas que disseram que o evento trará mais prejuízos do que benefícios quase duplicou, passando de 38% em 2013 para 63% este ano.

O interesse pelo evento também caiu. Em 2013, 35% dos entrevistados disseram-se muito interessados no evento. Agora o índice caiu para 16%. Já o número daqueles que disseram não ter nenhum interesse passou de 28% para 51%.

Segundo o instituto de pesquisa, a perceção negativa sobre os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 tem relação direta com o agravamento do cenário económico no país.

Além disso, os Jogos Olímpicos foram relacionados com situações negativas, principalmente depois de o Rio de Janeiro ter decretado estado de calamidade pública devido à crise financeira, facto que comprometeu a entrega de obras prometidas no âmbito do evento.

O Datafolha fez 2.792 entrevistas, com pessoas acima de 16 anos, em 171 municípios do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.


Lusa

  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05