sicnot

Perfil

Rio 2016

Terroristas publicam técnicas para usar em atentados durante o Rio 2016

Extremistas islâmicos publicaram no serviço de mensagens instantâneas Telegram recomendações de 17 técnicas para atentados terroristas durante os Jogos Olímpicos Rio2016, que vão decorrer entre 5 e 21 de agosto.

Segundo a especialista norte-americana em contraterrorismo Rita Katz, as técnicas passam por atentados a "aeroportos e meios de transporte públicos, esfaqueamento, envenenamento, sequestro de reféns e falsas ameaças".

Além disso, os extremistas também sugeriram um cronograma de ações e afirmaram que "qualquer lobo solitário [pessoa que atua sozinha em ataques] pode agora ir para o Brasil", escreveu a especialista, que trabalha na SITE Intelligence Group, organização que monitoriza atividades terroristas na Internet, na sua conta na rede social Twitter.

Na segunda-feira, Rita Katz alertou que um grupo extremista brasileiro declarou lealdade ao Daesh e criou um canal no Telegram, serviço de mensagens semelhante ao Whatsapp.

O grupo, autodesignado Ansar al-Khilafah Brazil, destacou que "se a polícia francesa não consegue deter ataques dentro do seu território, o treino dado à polícia brasileira não servirá em nada".

As autoridades brasileiras têm vindo a repetir que não há probabilidade de ataques terroristas durante o maior evento desportivo do mundo, que este ano, pela primeira vez, é realizado na América do Sul.

Porém, na sexta-feira, na sequência do atentado terrorista de Nice, no sul de França, que fez 84 mortos e que foi reivindicado pelo Estado Islâmico, o governo brasileiro informou que ia rever as medidas de segurança para o evento.

"Todas as ameaças relacionadas aos Jogos do Rio2016 estão a ser minuciosamente apuradas, em particular as relacionadas ao terrorismo", vincou a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), em comunicado divulgado na terça-feira.

Com Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22