sicnot

Perfil

Rio 2016

IAAF congratula-se com afastamento dos atletas russos

© Ricardo Moraes / Reuters

A Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF) congratulou-se com a decisão hoje do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) em relação à não-participação dos atletas russos nos Jogos do Rio2016.

"A IAAF tomou uma posição forte na defesa do código da Agência Mundial Antidopagem (AMA), sem medo ou favores, e está satisfeita por o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) apoiar a sua posição", refere o comunicado.

O organismo do atletismo mundial diz ainda que a decisão de hoje, do tribunal de Lausana, criou condições equitativas para os atletas.

"O TAS defendeu o direito da IAAF em aplicar as suas regras na proteção do desporto, de proteger atletas limpos e apoia a credibilidade e integridade da competição", acrescenta ainda a nota.

Também o presidente da entidade máxima do atletismo, Sebastian Coe, deixou uma mensagem, mostrando a sua satisfação com o apoio das regras e do código antidopagem, embora tenha falado de alguma amargura.

"Este não é um dia de comunicados triunfantes. Não vim para este desporto para impedir atletas de competirem. Há um desejo instintivo da nossa federação de incluir, não de excluir. Além do grupo de trabalho do Rio, vamos continuar a trabalhar com a Rússia para criarmos um ambiente limpo para os seus atletas, para que a sua federação e equipa possam regressar ao reconhecimento internacional e às competições", concluiu.

Hoje, o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) rejeitou o recurso de 68 atletas russos à suspensão imposta pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), confirmando a sua ausência dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Lusa

  • As zonas de guerra que o fogo deixou
    3:13

    País

    A chuva finalmente ajudou na luta contra as chamas e o que fica agora é um cenário de devastação no norte e centro do país. Morreram 37 pessoas, arderam centenas de casas e empresas e há críticas severas à falta de meios.

  • Visto do céu, Portugal é um país que se vestiu de negro
    3:28
  • Portugueses usam Facebook para marcar protestos contra incêndios

    País

    Os incêndios que têm acontecido este ano estão a causar revolta entre a população. Por essa razão, estão marcadas, através da rede social Facebook, várias manifestações para os próximos dias um pouco por todo o país. Os portugueses exigem a melhoria do sistema, para que as tragédias deste ano não se voltem a repetir.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06
  • "Quem está no Governo tem sérias responsabilidades"
    1:07

    Opinião

    Pacheco Pereira aponta falhas do Estado, dos bombeiros e da Proteção Civil como causa dos incêndios que assolaram o país no passado domingo. O comentador da SIC considera que o Governo tem responsabilidade perante o que aconteceu.

  • Presidente das Indústrias de Madeira diz que fogos estão a afetar o setor
    0:39

    País

    A Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário desvaloriza que os industriais do setor possam comprar madeira mais barata, em resultado dos incêndios florestais. Em entrevista na SIC Notícias, o presidente da associação, Vítor Poças, considera que os fogos estão a prejudicar gravemente a indústria.