sicnot

Perfil

Rio 2016

IAAF congratula-se com afastamento dos atletas russos

© Ricardo Moraes / Reuters

A Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF) congratulou-se com a decisão hoje do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) em relação à não-participação dos atletas russos nos Jogos do Rio2016.

"A IAAF tomou uma posição forte na defesa do código da Agência Mundial Antidopagem (AMA), sem medo ou favores, e está satisfeita por o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) apoiar a sua posição", refere o comunicado.

O organismo do atletismo mundial diz ainda que a decisão de hoje, do tribunal de Lausana, criou condições equitativas para os atletas.

"O TAS defendeu o direito da IAAF em aplicar as suas regras na proteção do desporto, de proteger atletas limpos e apoia a credibilidade e integridade da competição", acrescenta ainda a nota.

Também o presidente da entidade máxima do atletismo, Sebastian Coe, deixou uma mensagem, mostrando a sua satisfação com o apoio das regras e do código antidopagem, embora tenha falado de alguma amargura.

"Este não é um dia de comunicados triunfantes. Não vim para este desporto para impedir atletas de competirem. Há um desejo instintivo da nossa federação de incluir, não de excluir. Além do grupo de trabalho do Rio, vamos continuar a trabalhar com a Rússia para criarmos um ambiente limpo para os seus atletas, para que a sua federação e equipa possam regressar ao reconhecimento internacional e às competições", concluiu.

Hoje, o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) rejeitou o recurso de 68 atletas russos à suspensão imposta pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), confirmando a sua ausência dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.