sicnot

Perfil

Rio 2016

Tribunal arbitral do Desporto afasta atletas russos dos Jogos Olímpicos

© Jim Young / Reuters

O Tribunal Arbitral do Desporto rejeitou o recurso dos atletas russos suspensos pela Associação Internacional das Federações de Atletismo, devido ao polémico sistema de doping apoiado pelo Kremlin. Desta forma, continuam impedidos de participar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

"O painel do TAS confirmou a validade da decisão da IAAF de aplicar as regras (...), segundo as quais os atletas de uma federação que esteja suspensa pela IAAF são inelegíveis para competições organizados sob as regras da IAAF", lê-se num comunicado.

A federação russa e 68 atletas tinham recorrido da decisão da IAAF de suspender o atletismo russo de todas as provas, incluindo os Jogos Olímpicos, na sequência de um relatório independente da Agência Mundial Antidopagem (AMA), que revelou um sistema de dopagem apoiado pelo governo.

A Rússia já lamentou a decisão do TAS. O ministro dos Desportos, Vitali Mutko, considera que se trata de uma "decisão politica" e "sem fundamento jurídico".

Por sua vez, o IAAF congratula-se com o afastamento dos atletas russos.

Atletas que treinam fora da Rússia poderão ir ao Rio 2016

Um total 67 atletas, entre os quais Yelena Isibayeva, recordista mundial do salto com vara, tinham também recorrido da decisão da IAAF de impedir que participassem no Rio 2016 como independentes.

Contudo, o TAS considera que o Comité Olímpico Russo (COR) poderá apresentar elementos do atletismo na sua equipa para o Rio2016, desde que estes cumpram as regras da IAAF, como são os casos de Darya Klishina (salto em comprimento) e Ioulia Stepanova (800 metros), que treinam fora da Rússia.

O TAS disse ainda não ter jurisdição para definir se o Comité Olímpico Internacional poderá aceitar ou recusar atletas apresentados pelo COR.

Última atualização às 11:35/Com Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.