sicnot

Perfil

Rio 2016

Oito altetas da equipa olímpica russa com historial de doping

© Bruno Kelly / Reuters

O Comité Olímpico da Rússia admitiu hoje que oito integrantes da equipa daquele país têm um historial de dopagem, pelo que podem ser vetados para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.

"Segundo os dados em meu poder, ao dia de hoje, há oito desportistas nessas condições", disse o presidente do organismo, Alexandr Zhúkov, respondendo a uma questão sobre o número de casos detetados.

Não descartou, contudo, que possam aparecer novos nomes de atletas russos, com base nas denúncias recolhidas pelo relatório McLaren, encomendado pela Agência Mundial Antidopagem (AMA).

"Falei com quase todos os presidentes das federações de todas as modalidades de verão, que estão a trabalhar ativamente e confirmando as listas de atletas que têm historial de doping", disse o presidente do comité russo, recordando que as listas devem ser auditadas pelas federações internacionais e pelo Tribunal Arbitral Desportivo (TAS).

O Comité Olímpico Internacional cedeu, no domingo, às federações internacionais a responsabilidade de decidir quais os atletas daquele país que podem competir no Brasil.

Os que forem aceites terão que se submeter a um rigoroso controlo antidoping, a realizar pela AMA.

Lusa

  • Coreia do Norte lança novo míssil balístico

    Mundo

    O Pentágono detetou esta sexta-feira mais um lançamento de um míssil balístico por parte da Coreia do Norte. O primeiro-ministro japonês já confirmou o lançamento, que terá atingido a zona económica exclusiva, no Mar do Japão.

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.