sicnot

Perfil

Rio 2016

Cinco canoístas russos excluídos dos Jogos Olímpicos

© Kai Pfaffenbach / Reuters

A Federação Internacional de Canoagem (ICF) anunciou hoje a exclusão de cinco canoístas russos dos Jogos Olímpicos Rio2016, no âmbito do caso de dopagem que envolve a Rússia.

"Estamos certos que se pisamos o risco não estaremos na linha de partida", referiu o secretário-geral da ICF, Simon Toulson, no momento em que a canoagem se torna a mais recente modalidade a excluir desportistas.

Os atletas excluídos pela canoagem são citados no relatório McLaren, um documento elaborado pelo canadiano Richard McLaren, professor de direito, que a pedido da Agência Mundial antidopagem extraiu conclusões no escândalo de doping na Rússia.

Entre os afetados estão Alexey Korovashkov, medalha de bronze nos Jogos Londres2012 em C2 1000 e cinco vezes campeão mundial, e Alexander Dyachenko, campeão olímpico na capital inglesa, nos 200 metros de K2.

Excluídos estão também Elena Aniushina, Natalia Podolskaya, e Andrey Kraitor, cujos nomes também são indicados no relatório.

"Em cada caso a ICF impõe uma imediata suspensão, independente de uma investigação, tornando os atletas indicados inelegíveis para competirem nos Jogos Olímpicos do Rio2016", acrescenta a ICF.

McLaren trouxe a lume não só nomes de vários atletas, mas identificou também o estado russo, com a colaboração dos serviços secretos, como conivente num esquema organizado de dopagem na Rússia, na falsificação ou adulteração de amostras.

Além de todo o atletismo russo, já proibido pela Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF), natação, remo, halterofilista e luta foram outras modalidades que já anunciaram a exclusão de atletas russos.

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.