sicnot

Perfil

Rio 2016

Federação Internacional de Halterofilismo exclui oito atletas russos dos Olímpicos

A Federação Internacional de Halterofilismo (FIH) anunciou esta sexta-feira a exclusão da equipa russa, composta por oito atletas, dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, de 05 a 21 de agosto.

"A integridade do halterofilismo foi múltiplas vezes lesada de forma séria pelos russos, pelo que se impunha uma sanção apropriada para preservar o estatuto do desporto", indicou em comunicado a FIH.

Os oito atletas em causa são Oleg Chen, Adam Maligov, Ruslan Albegov, David Bedzhnyan e Artem Okulov, entre os homens, e Tatiana Kashirina, Tima Turieva e Anastasia Romanova, nas mulheres.

De acordo com um relatório independente da Agência Mundial Antidopagem (AMA) divulgado na semana passada, o Governo russo dirigiu um programa de dopagem no desporto com apoio estatal, com participação ativa do ministro dos Desportos e dos serviços secretos.

O relatório do professor canadiano Richard McLaren refere que o programa "à prova de falhas" foi colocado em prática pelos responsáveis russos, inclusivamente durante os Jogos Olímpicos de Inverno Sochi2014.

De acordo com o documento, o ministro dos desportos da Rússia, Vitaly Mutko, teve "participação ativa" neste sistema, que teve a assistência dos serviços secretos nos laboratórios antidopagem de Moscovo e Sochi.

No domingo, o Comité Olímpico Internacional (COI) entregou às federações de modalidades a decisão de aceitar ou excluir atletas russos nas competições dos Jogos Olímpicos Rio2016.

O comité executivo do COI estabeleceu uma série de pressupostos que os atletas devem cumprir para poderem ser elegíveis pelas federações de modalidade, dos quais se destaca a necessidade de não terem tido qualquer resultado positivo por doping ao longo da carreira.

Os atletas russos que forem admitidos pelas federações e posteriormente aceites pelo COI devem submeter-se a um rigoroso controlo antidoping realizado pela Agência Mundial Antidopagem, e supervisionado pelas federações internacionais.

Os atletas têm também, segundo o COI, de ter efetuado recentemente testes sob a égide de organismos internacionais devidamente acreditados.

Na sequência da diretiva do COI, 117 dos 387 atletas que faziam parte da equipa nacional russa foram já banidos dos Jogos.

Lusa

  • A história de João Ricardo
    10:37
  • Parceiros sociais começam hoje debate sobre salário mínimo

    Economia

    Os parceiros sociais reúnem-se hoje com o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, para iniciarem a discussão sobre a atualização do salário mínimo para o próximo ano, com as centrais sindicais e confederações patronais a assumirem posições divergentes.Em cima da mesa estarão as propostas das centrais sindicais, com a CGTP a exigir 600 euros a partir de janeiro de 2018 e a UGT a reivindicar 585 euros como ponto de partida para a negociação.

  • Os 72 golos de mais uma noite de Liga Europa

    Liga Europa

    Os 16 avos-de-final da Liga Europa começam a ganhar forma. São já 16 as equipas apuradas para a próxima fase da competição, entre elas o Sporting de Braga, que somou mais uma vitória. Em sentido inverso, o Vitória de Guimarães saiu derrotado de Salzburgo e ficou mais longe da qualificação. A 5.ª jornada da fase de grupos jogou-se esta quinta-feira e ao todo marcaram-se 72 golos. Estão todos aqui, para ver ou rever.

  • "No fim, logo se vê" se foram quatro anos de uma legislatura perdida
    1:28

    País

    Pedro Passos Coelho acusa o Governo de perder uma legislatura. O presidente do PSD diz que "no fim, logo se vê" se foram ou não quatro anos de oportunidade perdida para o país. No último Conselho Nacional antes das eleições diretas do partido, Passos acusou o Executivo de perder o rumo e apontou os casos do Infarmed e do aumento do preço da água como exemplos de desorientação.

  • Marcelo apoia novo Mecanismo Europeu de Proteção Civil
    0:44

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa considera o novo Mecanismo de Proteção Civil uma ideia muito boa, que tem todo o apoio do Governo e do Presidente da República. Marcelo apenas lamenta que o modelo não existisse durante os incêndios deste ano.