sicnot

Perfil

Rio 2016

Internado adolescente ligado a grupo que preparava ataques durante os Jogos

Um adolescente de 17 anos que fazia parte do grupo suspeito de planear ataques terroristas durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, identificado na semana passada, foi esta sexta-feira levado pelas autoridades para internamento.

"A Polícia Federal, em conjunto com a Polícia Civil de Goiás, cumpriu hoje um mandado de internação do menor envolvido na Operação Hashtag", lê-se numa nota da Polícia Federal, que faz referência à operação policial que determinou a detenção de 12 suspeitos de planearem ataques durante o maior evento desportivo do mundo.

Segundo o comunicado, "após verificar a participação do adolescente de 17 anos no grupo investigado, a Polícia Federal noticiou o facto às autoridades estaduais de Goiás, em obediência ao que dispõe o Estatuto da Criança e do Adolescente".

"A medida foi tomada pelo Juizado da Infância e Juventude de Goiás, que determinou o recolhimento do menor em instituição pública adequada", informou a polícia, sem adiantar mais detalhes.

A Procuradoria da República no Paraná informou, a 21 de julho, que alguns dos detidos temporariamente no âmbito da Operação Hashtag realizaram "o batismo ao [grupo 'jihadista'] Estado Islâmico, juramento de fidelidade exigido pela organização terrorista para o acolhimento de novos membros".

Segundo a nota da Procuradoria divulgada na ocasião, a prisão temporária foi tomada "para garantir a segurança e a paz pública necessárias à realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016", que decorrem de 05 a 21 de agosto.

A Procuradoria esclareceu ainda que, "embora se tenha constatado indícios de atos preparatórios pelo grupo, não houve notícia de atos concretos para a realização de ataque terrorista".

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, classificou, na altura, o grupo de "amador".

Na quinta-feira, foi detido outro brasileiro, um muçulmano não praticante de 34 anos e filho de uma família tradicional de comerciantes libaneses que tinha envolvimento com entidades terroristas desde o Campeonato do Mundo de Futebol em 2014, no Rio de Janeiro, mas sem ligação aos detidos na Operação Hashtag.

"Ele saiu do Brasil, esteve na Síria e fez juramento ao Estado Islâmico", disse o ministro da Justiça e Cidadania do Brasil, Alexandre de Moraes, na quinta-feira.

Também na semana passada, a especialista norte-americana em contra terrorismo Rita Katz alertou que extremistas islâmicos publicaram no serviço de troca de mensagens Telegram recomendações de 17 técnicas para atentados durante os Jogos.

Lusa

  • Habitantes de Almeida barricaram-se durante seis horas em agência da CGD
    2:31

    País

    Perto de 100 pessoas estiveram esta quarta-feira barricadas na agência da Caixa Geral de Depósitos em Almeida, distrito da Guarda. O protesto contra o encerramento da agência só terminou quase seis horas depois, com a garantia que os autarcas serão recebidos na próxima terça-feira pela Administração do banco público. 

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Trump volta a apelar ao fim do programa nuclear de Pyongyang
    1:43

    Mundo

    Donald Trump voltou a apelar à Coreia do Norte para que abandone o programa nuclear e opte pela via do diálogo. O Presidente dos Estados Unidos chamou à Casa Branca, para uma reunião extraordinária, todos os senadores norte-americanos para serem informados sobre a atual crise com a Coreia do Norte.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Papa apelou à revolução da ternura
    0:52
  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.

  • Diário de John F. Kennedy vendido por 660 mil euros

    Mundo

    Um diário escrito por John F. Kennedy quando jovem, durante uma curta passagem pelo jornalismo, depois da II Guerra Mundial, foi vendido por mais de 700 mil dólares (642 mil euros), informou esta quarta-feira uma casa de leilões.