sicnot

Perfil

Rio 2016

Cristo Redentor e Pão de Açúcar estão sob vigilância militar

© Stoyan Nenov / Reuters

O Cristo Redentor e o Pão de Açúcar (complexo de colinas), as principais atrações turísticas e os maiores símbolos do Rio de Janeiro, despertaram sob vigilância militar, a dois dias da abertura dos Jogos Olímpicos Rio2016.

O reforço militar aplicado às atrações turísticas foi solicitado pelo Governo regional do Rio de Janeiro, devido ao elevado fluxo de turistas que vão chegando, que obrigou a prolongar os horários de abertura ao público.

Depois de receber esta solicitação, o ministro da Justiça do Brasil, Alexandre de Moraes, garantiu que a segurança nos locais será da responsabilidade dos membros das forças armadas, que vão recorrer a máquinas de detenção de metais, pelas quais terão que passar todos os que irão visitar as atrações turísticas.

Os soldados também irão reforçar a vigilância nas estações de comboio que transportam os turistas desde o Corcovado até ao teleférico colocado no cimo do Pão de Açúcar.

"Foi uma petição realizada pelo secretário de Segurança do Rio de Janeiro, Mariano Beltrame e consideramos este requerimento razoável e lógico. Contamos com os detentores de metais de Brasília, uma vez que não estamos a usar neste momento e vamos traze-los para o Rio antes de sexta-feira", disse Alexandre de Moraes.

A participação dos militares na vigilância do Corcovado e do Pão de Açúcar não estava inicialmente prevista na lei que autorizou o envio de soldados para as grandes autoestradas do Rio e favelas controladas por traficantes de drogas durante os Jogos.

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) considerou as atrações turísticas lugares vulneráveis, face a possíveis ameaças de terrorismo

O plano para garantir a segurança dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, reforçado nas últimas semanas pelos atentados terroristas nas últimas semanas na Europa e no Médio Oriente, é já o maior implantado pelo Brasil para um evento.

Este programa prevê a mobilização de cerca de 88.000 polícias, guardas e militares, dos quais 41.000 são membros das forças armadas.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.