sicnot

Perfil

Rio 2016

Polícia prende 21 pessoas em favelas do Rio a dois dias dos Jogos

As polícias civil e militar prenderam esta quarta-feira, nas vésperas dos Jogos Olímpicos, 21 envolvidos no tráfico de drogas no complexo de favelas do Alemão, no Rio de Janeiro, numa mega-operação que também causou ferimentos num agente.

A operação policial denominada Germânia, que ainda decorre, envolve 500 agentes da polícia, que cumprem 47 mandados de prisão.

Segundo o titular da 45.ª Delegacia de Polícia, Fábio Asty, entre os alvos dos mandados estão pessoas que já estavam detidas, mas que coordenavam e agiam na comunidade dentro da cadeia.

O mesmo responsável, citado pela imprensa brasileira, adiantou que a operação em causa começou em agosto do ano passado, quando agentes se infiltraram na comunidade para recolher informações sobre o esquema de drogas e compra de armas.

"Ficamos por lá até abril deste ano, quando estávamos cientes de tudo o que devíamos fazer", acrescentou.

O agente destacou que a operação é "importante, pois os polícias da Unidade de Polícia Pacificadora daquela região têm sofrido com muitos ataques nos últimos meses", acrescentando: "Então, para prevenir algo ainda pior, decidimos agir no dia de hoje".

Fábio Asty minimizou o facto de a megaoperação se realizar dois dias antes do arranque Jogos Olímpicos na cidade e comentou que isso "traz uma maior sensação de segurança".

"Tudo o que fizemos e estamos a fazer é bem planeado e visa somente à segurança e ao bem-estar da nossa população, acima de tudo. Estamos com a operação em andamento, mas já me arrisco a dizer que obtivemos êxito", sublinhou.

O titular da Delegacia de Combate às Drogas da Polícia Civil do Rio de Janeiro, delegado Felipe Curi, foi baleado durante um tiroteio no início da operação, mas já recebeu alta.

"Infelizmente, isso [polícia ser baleado] é algo comum nessas situações", comentou Fábio Asty.

Os Jogos Olímpicos decorrem de 05 a 21 de agosto e a segurança tem sido uma das maiores preocupações, não só pelo fenómeno do terrorismo 'jihadista' no mundo, mas também pela criminalidade violenta no Brasil.

Os Jogos Olímpicos contam com a maior operação de segurança já montada no Brasil, com 88 mil agentes das forças nacional, estadual e municipal, bem como a maior operação de cooperação policial internacional do mundo, com 250 agentes de 55 países.

Lusa

  • Oliveira Costa "era incompetente para todos os lugares em que eu o vi"
    3:12
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    O caso BPN esteve em destaque no programa Quadratura do Circulo desta quinta-feira. Pacheco Pereira relembrou que os maiores prejuízos são posteriores à nacionalização e responsabiliza José Sócrates. O Jorge Coelho disse que se fez justiça e que é uma prova que o Estado de direito português está a funcionar. Lobo Xavier garantiu também que Oliveira Costa era incompetente por natureza.

  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33

    Mundo

    O Presidente do Brasil diz ter condições para continuar à frente do Palácio do Planalto. Num vídeo publicado no Twitter, Michel Temer garante que o país não parou, nem vai parar, mas há uma nova gravação que pode comprometer o futuro do chefe de Estado.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.