sicnot

Perfil

Rio 2016

Ainda há 1,2 milhões de bilhetes dos Olímpicos para vender

Reuters

O comité organizador dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro anunciou na quarta-feira que estão vendidos 80% dos bilhetes disponibilizados para todas as competições, números inferiores aos verificados há quatro anos, em Londres.

"Vendemos 4,9 milhões de bilhetes, cerca de 80% do total", disse à agência AFP um porta-voz do comité organizador dos Jogos, que começam na sexta-feira e terminam a 21 de agosto.

A poucas horas do início da competição, estão ainda disponíveis 1,2 milhões de bilhetes, alguns para as finais dos 100 e 200 metros de atletismo, que costumam ser das primeiras a esgotar.

Os números contrastam com os de há quatro anos, na edição de Londres, quando os bilhetes para as competições mais populares esgotaram antes do início da cerimónia de abertura.

Os ingressos mais baratos para as finais estão vendidos, mas nas bilheteiras ainda estão disponíveis os ingressos mais caros, cujos preços variam entre os 380 e os 1.200 reais (cerca de 827 e 1.268 euros).

Para a cerimónia de abertura, agendada para sexta-feira, no estádio do Maracanã, também ainda há bilhetes à venda, com preços que variam entre os 827 e os 1.268 euros.

Na quarta-feira, o estádio olímpico, conhecido como Engenhão, com capacidade para 60.000 espetadores, estava praticamente vazio no jogo de abertura do torneio olímpico de futebol entre a Suécia e a África do Sul.

Lusa

  • Souto de Moura feliz com distinção na Bienal de Arquitetura de Veneza
    1:10
  • Há mesmo um carro voador pousado no meio de Paris

    Dito assim, exageramos a importância da coisa, porque de facto estamos a falar de um protótipo que, inteiro, nunca voou. Dito assim, diminui a importância de termos ali mesmo à nossa frente um seríssimo protótipo de carro voador feito em colaboração pela Italdesign e pela Airbus a grande companhia construtora de aviões na Europa, desde o ano passado também com a colaboração da Audi. Faltava aqui um grande construtor de automóveis capaz de acrescentar o seu conhecimento.

    Lourenço Medeiros