sicnot

Perfil

Rio 2016

Medalha olímpica é o sonho de João Sousa e Gastão Elias

ANTONIO COTRIM

Os tenistas portugueses João Sousa e Gastão Elias partilham o sonho de uma medalha olímpica, mas preferem pensar ganhar ronda a ronda no torneio olímpico do Rio 2016.

"A minha missão olímpica, como na vida, é dar o melhor de mim, dar tudo por tudo para vencer cada encontro disputado, com a responsabilidade de representar Portugal. Obviamente, uma medalha olímpica é o sonho de qualquer atleta, mas há que ser realista. No ténis, tudo pode acontecer e eu acho que é importante pensar encontro a encontro, com as expectativas altas, mas com os pés bem assentes na terra", resumiu João Sousa.

O número um nacional, que na primeira ronda do torneio olímpico vai defrontar o holandês Robin Haase, 62.º jogador mundial, defendeu que não há sorteios fáceis.

"Todos os jogadores aqui presentes têm mérito de aqui estar. Estar nuns Jogos Olímpicos não é para todos e vai ser, sem dúvida, um encontro difícil. É um jogador que conheço razoavelmente bem, porque já coincidi com ele várias vezes em torneios", explicou Sousa, revelando estar a adaptar-se bem às condições do Centro Olímpico de Ténis.

Caso vença Haase na primeira ronda, o 36.º jogador ATP poderá defrontar o número um mundial, o sérvio Novak Djokovic.

"O Djokovic é um dos melhores jogadores da história do meu desporto e seria, para mim, um privilégio, no caso de eu e ele vencermos, poder defrontá-lo nuns Jogos Olímpicos, num ambiente como este. Seria uma ótima notícia", assumiu em declarações à imprensa, na Aldeia Olímpica do Rio 2016.

Também Gastão Elias sonha chegar o mais longe possível no torneio olímpico de ténis, uma missão que "um sorteio positivo" - vai estrear-se contra o australiano Thanasi Kokkinakis (452.º), que entrou no quadro graças ao ranking protegido.

"Tinha outros jogadores bem mais complicados para apanhar na primeira ronda. Obviamente é um adversário perigoso, que esteve no top 100. Embora não jogue há algum tempo, vai ser um jogo perigoso. Este torneio é diferente de todos os outros. Acredito que seja mais um ambiente de Taça Davis do que de um torneio ATP. Acredito que ele vá ter muitos australianos a apoiá-lo e isso, muitas vezes, faz com que os jogadores subam de nível e isso pode-se tornar perigoso", analisou.

No entanto, se jogar a bom nível, o número dois nacional sabe que terá uma boa oportunidade de seguir em frente.

"A minha meta para o torneio não é uma meta, é um sonho, que seria a medalha. A este nível é muito difícil. Pode-se jogar muito bem e perder, portanto a minha meta vai ser dar o 100% e lutar até ao final. Depois aí, as vitórias vão aparecer ou não. Esperemos que, pelo menos, ganhe algumas rondas", confessou.

Gastão Elias, que na segunda-feira se tornou no terceiro melhor tenista nacional de sempre ao subir à 61.ª posição do ranking, rejeitou as críticas feitas aos courts do complexo, assegurando que está tudo impecável.

"Claro que nestes últimos dias estão a dar os últimos retoques, mas pareceu-me bastante bem. Nestes últimos dias, também treinámos com um bocadinho de vento e não foi fácil a adaptação. Mas hoje já foi bastante melhor, ate agora nada a reclamar", prosseguiu, admitindo que está a adorar os campos e as condições encontradas.

Lusa

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.