sicnot

Perfil

Rio 2016

Pugilista marroquino detido por tentativa de abuso sexual

​Um pugilista marroquino foi detido na quinta-feira à noite pela polícia brasileira, por alegada tentativa de abuso sexual a duas empregadas de limpeza na aldeia olímpica dos Jogos Olímpicos.

"O atleta foi detido e acusado de violação, e vai ficar preso preventivamente", afirmou um porta-voz da polícia estadual do Rio de Janeiro à agência noticiosa espanhola EFE.

Segundo a polícia, o pugilista Hassan Saada, de 22 anos, chamou as duas mulheres ao seu apartamento na aldeia olímpica e, à frente de outros dois atletas, ter-lhes-á acariciado as pernas e os seios antes que estas conseguissem fugir.

Hassan Saada está inscrito no torneio de -81kg e tem o primeiro combate agendado para sábado, frente ao turco Mehmet Nadir Unal.

No entanto, a ordem de detenção vigora, segundo a EFE, por um período de 15 dias.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras