sicnot

Perfil

Rio 2016

Rússia excluída dos Jogos Paralímpicos devido a escândalo de doping

O Comité Paralímpico Internacional (IPC) anunciou este domingo a exclusão da Rússia dos Jogos Paralímpicos Rio2016, na sequência do escândalo de doping organizado revelado pelo relatório McLaren.

"Suspendemos provisoriamente como membro o Comité Paralímpico da Rússia, pelo que, a equipa russa não competirá nos Jogos Paralímpicos Rio2016", anunciou em conferência de imprensa, o presidente do IPC, Philip Craven.

Ao contrário do Comité Olímpico Internacional (COI), que 'transferiu' para as federações das modalidades a responsabilidade de autorizar a participação dos atletas russos nos Jogos Olímpicos, optou por uma solução mais radical, excluindo toda a comitiva dos Jogos Paralímpicos, que começam a 07 de setembro.

O relatório McLaren, divulgado a 18 de julho, confirmou a existência de um esquema de dopagem na Rússia, que contava com o apoio estatal e "vigorava" desde 2011, inclusivamente durante os Jogos Olímpicos de Inverno Sochi2014.

Philip Craven, que classificou a medida hoje anunciada "como a melhor forma de defender os princípios do movimento paralímpico", referiu que, nas amostras de Sochi2014, figuram 44 de atletas paralímpicos.

O presidente do IPC solidarizou-se com todos os atletas paralímpicos "'limpos' que não participarão nos Jogos Rio2016", mas acrescentou: "Não tínhamos outra opção".

A Rússia, que pode recorrer da decisão para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), no prazo de 21 dias, é uma das grandes potências do desporto paralímpico, tendo terminado os Jogos Londres2012 na segunda posição do quadro de medalhas, com um total de 102 medalhas, das quais 36 de ouro, atrás da China.

Lusa

  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Aprovadas mudanças no acesso ao ensino superior

    País

    O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, bem como os princípios orientadores da avaliação, voltando a nota de Educação Física a contar para a média de acesso ao ensino superior. No caso dos alunos do ensino profissional, são eliminados requisitos considerados discriminatórios no acesso ao ensino superior.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC