sicnot

Perfil

Rio 2016

Marcelo saúda Telma Monteiro e espera que este "seja o começo de outros sucessos"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou alegria pela conquista pela judoca Telma Monteiro da primeira medalha para Portugal nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, esperando que seja o começo de outros sucessos.

"Deixem-me aproveitar a ocasião para dizer da alegria da primeira medalha olímpica portuguesa. Essa medalha olímpica de bronze, espero seja o começo de outros sucessos, já que este ocorre no começo das Olimpíadas", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa.

O Chefe de Estado falava aos jornalistas no Recife, no final de uma visita de seis dias ao Brasil, em que assistiu à cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, mas também se deslocou a São Paulo e à capital do Estado de Pernambuco.

A judoca portuguesa Telma Monteiro conquistou hoje o bronze na categoria de -57 kg dos Jogos Olímpicos Rio2016, ao bater a romena Corina Caprioriu por yuko, selando a 24.ª medalha do desporto português em Jogos Olímpicos.

Depois de cinco medalhas em mundiais e 11 em europeus, Telma Monteiro arrebatou, finalmente, o 'metal' olímpico, depois do 12.º lugar de Atenas2004 e do nono em Pequim2008, ainda na categoria de -52 kg, e do 17.º em Londres2012.

Portugal passou a contar quatro medalhas de ouro, oito de prata e 12 de bronze, duas das quais no judo, com Telma Monteiro a juntar-se a Nuno Delgado, terceiro em -81 kg em Sydney2000.

Lusa

  • 10 Minutos com Ana Catarina Mendes
    10:28

    10 Minutos

    A secretária geral adjunta do PS diz que não percebe porque é que o PSD levou tanto tempo a escolher o candidato à Câmara de Lisboa. Em entrevista no 10 Minutos da SIC Noticias, Ana Catarina Mendes considerou ainda que Pedro Passos Coelho não tem estado à altura de um líder da oposição. Quanto às legislativas, entende que o PS deve concorrer sozinho às eleições.

    Entrevista na íntegra

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.