sicnot

Perfil

Rio 2016

Campeão europeu de 100 metros costas acusa chineses de doping

Reuters

O nadador francês Camille Lacourt, vice-campeão mundial e campeão europeu dos 100 metros costas, acusou os nadadores chineses de se doparem, em particular Sun Yang, o novo campeão olímpico dos 200 metros livres.

Relativamente a Sun Yang, o atleta francês afirmou "Enoja-me ver aldrabões no pódio"

Relativamente a Sun Yang, o atleta francês afirmou "Enoja-me ver aldrabões no pódio"

Reuters

"Dá-me vontade de vomitar", afirmou o nadador aos microfones de uma rádio francesa, acusando o chinês Sun Yang, que em 2014 esteve suspenso três meses por doping, de "mijar roxo".

Camille Lacourt terminou na quinta posição a final dos 100 metros costas dos Jogos Olímpicos Rio2016 e manifestou-se logo "bastante zangado" por a medalha de prata dessa prova ter sido conquistada pelo chinês Xu Jiayu.

"Causa-me muita tristeza ver o meu desporto comportar-se desta forma. Parece o atletismo, com dois ou três dopados em cada final. Espera que a Federação Internacional de Natação (FINA) reaja rapidamente e trave esta vergonha (...) Enoja-me ver aldrabões no pódio", disse.

Sun Yang, que foi campeão olímpico dos 400 metros livres nos olímpicos de Londres em 2012, já tinha sido alvo de críticas por parte do australiano Mack Horton.

Depois de ter conquistado a medalha de ouro na final dos 400 metros livres no Rio de Janeiro, relegando Sun Yang para o segundo lugar, Horton acusou o chinês de ser "um batoteiro" e um "drogado trapaceiro".

Lusa

  • Militares da revolução denunciam corrupção nos órgãos de poder
    3:22

    País

    O presidente da Associação 25 de Abril acusa a classe política de não ter interesse em travar a corrupção em Portugal. Vasco Lourenço e Otelo Saraiva de Carvalho, dois dos militares da revolução, consideram que a corrupção está entranhada nos órgãos de poder e deve ser denunciada.

  • "Está prevista mais uma melhoria do rating para breve"
    2:46
  • Fábrica na Covilhã vai produzir para marcas de luxo
    1:47

    Economia

    A Covilhã foi a cidade portuguesa escolhida para a instalação de uma nova fábrica de produção de peças para marcas de luxo. O Grupo FM Industries Sycrilor vai reforçar o investimento na cidade e será responsável pelo polimento de metais para as marcas Louis Vuitton e Cartier.