sicnot

Perfil

Rio 2016

João Sousa foi "bastante" prejudicado pela dupla jornada consecutiva

O tenista português João Sousa reconheceu esta segunda-feira que jogar quatro encontros em dois dias o prejudicou, mas enalteceu a experiência inesquecível que viveu nos Jogos Olímpicos Rio2016.

"Sinceramente, nunca tinha visto isto na minha vida. É a primeira vez que ao mais alto nível me acontece, só me tinha acontecido em 'futures'. Estou muito dececionado, porque acho que os jogadores devem ter alguns direitos. Há jogadores que não jogaram dois dias, como o Gastão. Não há qualquer razão para fazer isto a um atleta. Não sei qual é o objetivo do encarregado de fazer a ordem de Jogos...", criticou o número um nacional.

João Sousa admitiu que jogar quatro encontros em 24 horas o prejudicou "bastante" no jogo de singulares, em que foi derrotado o argentino Juan Martin del Potro, pelos parciais de 6-3, 1-6 e 6-3, mas sobretudo no de pares.

"Não há grande coisa a fazer. Eles é que sabem, eles é que mandam. Realmente, da minha parte, se me pedirem uma nota de zero a dez, dou um. São situações que acontecem e não deviam acontecer. Deviam proteger mais os jogadores, não só os grandes", defendeu.

O 36.º jogador mundial fez ainda um balanço da sua estreia em Jogos Olímpicos, depois de perder na segunda ronda do quadro de pares, ao lado de Gastão Elias, com os canadianos Vasek Pospisil e Daniel Nestor, por 6-1, 6-4.

"Infelizmente, hoje não foi um bom dia para mim. Perdi nos singulares e nos pares. Digo adeus aos Jogos Olímpicos com uma boa experiência, um ambiente fantástico da equipa olímpica, uma memória inesquecível e amigos", enumerou, confessando que voltar a repetir a presença olímpica em Tóquio2020 seria uma grande notícia.

Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • "O ministro não escondeu nem tapou"
    1:20

    Economia

    Pedro Santana Lopes falou pela primeira vez sobre a auditoria feita à Santa Casa no período em que foi provedor. Esta terça-feira, na SIC Notícias, Santana Lopes desvalorizou as irregularidades e defendeu o ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, Vieira da Silva.

    Pedro Santana Lopes

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • Marinha resgata 138 migrantes ao largo de Lampedusa

    País

    A fragata da Marinha portuguesa D. Francisco de Almeida resgatou esta terça-feira, ao largo da ilha de Lampedusa, em Itália, 138 migrantes, entre eles 15 mulheres e oito bebés, disse à Lusa fonte do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17