sicnot

Perfil

Rio 2016

Telma Monteiro acredita que Portugal vai conquistar mais medalhas

A portuguesa judoca Telma Monteiro acredita que a delegação lusa pode sair dos Jogos Olímpicos Rio2016 com mais do que a medalha, de bronze, que conquistou segunda-feira na categoria de -57kg.

"Acredito que virão mais medalhas. Não quero estar a fazer pressão sobre os outros atletas, que também têm esse objetivo, mas eu, pessoalmente, acredito", frisou Telma Monteiro, à entrada da Aldeia Olímpica, no Rio de Janeiro.

Algumas horas após conquistar a tão ansiada medalha olímpica, que não conseguira em Atenas2004, Pequim2008 e Londres2012, a judoca lusa espera ter sucessores.

"Como já disse antes, eu sou muito otimista e acredito que aqueles que têm essas possibilidades (de chegar à medalha), vão alcançar o seu objetivo", reforçou.

O seu exemplo pode dar uma força: "Quando presenciamos um feito destes tão perto, é uma motivação diferente e começamos a acreditar que também somos capazes".

"Nós temos uma equipa olímpica muito boa, com uma energia positiva muito boa. Toda a gente se dá bem, toda a gente está motivada para fazer uma boa prestação. Claro que cada um tem as suas reais expetativas e cada um sabe aquilo que pode alcançar", lembrou Telma Monteiro.

Segundo a judoca lusa, o mais importante é que cada um faça o seu melhor, que "para alguns pode ser uma medalha e para outros pode ser o recorde pessoal".

"O mais importante é que, dando o seu melhor, estão a representar bem Portugal e eu acho que todos querem fazer isso, todos têm essa consciência. Se o meu resultado contribuir um bocadinho para isso, fico contente", disse.

Telma vai ficar no Rio2016, a apoiar os outros atletas portugueses, algo que havia combinado, ainda antes da medalha, com o Chefe de Missão, José Garcia.

"Independentemente de ganhar a medalha ou não, eu já tinha decidido que ia ficar até ao fim. Depois do dia 13, saio da Aldeia, mas vou continuar a ver as competições que eu puder de todos os portugueses. Assim, com medalha, é diferente, é mais fácil, mas esse já era o meu objetivo", revelou.

Além de ficar para o resto dos Jogos Olímpicos, Telma Monteiro vai também aproveitar a presença no Rio de Janeiro para tirar umas "férias e descansar".

Na segunda-feira, Telma Monteiro selou a 24.ª medalha da história do desporto português em Jogos Olímpicos e a segunda no judo, 16 anos depois de Nuno Delgado conseguir feito idêntico em Sydney2000.

Lusa

  • Marcelo condecora hoje Francisco Sá Carneiro a título póstumo
    0:55

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa vai condecorar hoje Francisco Sá Carneiro, a título póstumo. A cerimónia será incluída nas celebrações do 25 de Abril. Também a título póstumo, o Presidente da República vai ainda homenagear o antigo bispo do Porto D. António Ferreira Gomes. As condecorações têm lugar esta tarde no Palácio de Belém para onde já estava marcada a condecoração do arquiteto Siza Vieira. Todos, diz Marcelo, são figuras ligadas à liberdade e democracia.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.