sicnot

Perfil

Rio 2016

Telma Monteiro acredita que Portugal vai conquistar mais medalhas

A portuguesa judoca Telma Monteiro acredita que a delegação lusa pode sair dos Jogos Olímpicos Rio2016 com mais do que a medalha, de bronze, que conquistou segunda-feira na categoria de -57kg.

"Acredito que virão mais medalhas. Não quero estar a fazer pressão sobre os outros atletas, que também têm esse objetivo, mas eu, pessoalmente, acredito", frisou Telma Monteiro, à entrada da Aldeia Olímpica, no Rio de Janeiro.

Algumas horas após conquistar a tão ansiada medalha olímpica, que não conseguira em Atenas2004, Pequim2008 e Londres2012, a judoca lusa espera ter sucessores.

"Como já disse antes, eu sou muito otimista e acredito que aqueles que têm essas possibilidades (de chegar à medalha), vão alcançar o seu objetivo", reforçou.

O seu exemplo pode dar uma força: "Quando presenciamos um feito destes tão perto, é uma motivação diferente e começamos a acreditar que também somos capazes".

"Nós temos uma equipa olímpica muito boa, com uma energia positiva muito boa. Toda a gente se dá bem, toda a gente está motivada para fazer uma boa prestação. Claro que cada um tem as suas reais expetativas e cada um sabe aquilo que pode alcançar", lembrou Telma Monteiro.

Segundo a judoca lusa, o mais importante é que cada um faça o seu melhor, que "para alguns pode ser uma medalha e para outros pode ser o recorde pessoal".

"O mais importante é que, dando o seu melhor, estão a representar bem Portugal e eu acho que todos querem fazer isso, todos têm essa consciência. Se o meu resultado contribuir um bocadinho para isso, fico contente", disse.

Telma vai ficar no Rio2016, a apoiar os outros atletas portugueses, algo que havia combinado, ainda antes da medalha, com o Chefe de Missão, José Garcia.

"Independentemente de ganhar a medalha ou não, eu já tinha decidido que ia ficar até ao fim. Depois do dia 13, saio da Aldeia, mas vou continuar a ver as competições que eu puder de todos os portugueses. Assim, com medalha, é diferente, é mais fácil, mas esse já era o meu objetivo", revelou.

Além de ficar para o resto dos Jogos Olímpicos, Telma Monteiro vai também aproveitar a presença no Rio de Janeiro para tirar umas "férias e descansar".

Na segunda-feira, Telma Monteiro selou a 24.ª medalha da história do desporto português em Jogos Olímpicos e a segunda no judo, 16 anos depois de Nuno Delgado conseguir feito idêntico em Sydney2000.

Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30, marcando o reinício da sessão para as 14:15. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.