sicnot

Perfil

Rio 2016

Água verde na piscina de polo aquático à semelhança da de saltos

Matt Dunham/ AP

Alguma coisa está definitivamente a correr mal no Centro Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro, onde se disputam as provas de saltos e de polo aquático. As duas piscinas descobertas parecem ter sido contaminadas por algas, que se multiplicam e alteram a cor da água. A explicação que foi avançada ontem não está, contudo, a ser aceite com unanimidade.

Na terça-feira foi a água da piscina de saltos que passou de azul a verde musgo, quarta-feira foi a vez da de polo aquático, que começou a ficar verde, embora num tom mais claro.

© Antonio Bronic / Reuters

Mas afinal o que realmente se passa com a água das piscinas do Centro Aquático Maria Lenk?

Mario Andrada, diretor de comunicação local do Rio 2016, diz que a causa está na alteração da alcalinidade da água.

"Nós esperamos que a água volte a ficar azul", refere Andrada, garantindo que "não há qualquer risco para os atletas, nem para qualquer outra pessoa".

© Antonio Bronic / Reuters

Contudo, a organização dos Jogos Olímpicos avançou ontem que a cor verde se deve à proliferação de algas, causada pelo calor e falta de vento.

A Federação Internacional de Natação - Fina aponta o dedo à organização e acusa-a de estar a falsear os factos, considerando que estarão em falta alguns dos produtos químicos usados no processo de tratamento de águas. A Fina não faz qualquer referência ao calor ou ao vento, mas garante também que as competições, bem como a saúde dos atletas, não correm riscos.

Prova de saltos masculina realizada esta quarta-feira, na segunda-feira os atletas ainda mergulharam em águas azuis.

Prova de saltos masculina realizada esta quarta-feira, na segunda-feira os atletas ainda mergulharam em águas azuis.

Matt Dunham/ AP

Entretanto, a situação insólita continua a alimentar comentários nas redes sociais, umas vezes mais sérios, outras num tom mais irónico.

  • Porque é que a água da piscina olímpica de saltos está verde?

    Rio 2016

    As teorias multiplicam-se mas ainda não há uma explicação oficial para o sucedido. A água da piscina olímpica de saltos no Centro Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro, passou de azul cristalino a verde musgo de um momento para o outro e de uma forma misteriosa, em contraste com a piscina de pólo aquático, situada mesmo ao lado, que permanece com a cor habitual.

  • Os círculos vermelhos na pele de Phelps e de outros atletas olímpicos

    Rio 2016

    São vários os atletas olímpicos que têm exibido durante as provas manchas vermelhas na pele em forma de círculo. Um deles é Michael Phelps, o mais bem-sucedido atleta da história dos Jogos Olímpicos. Não são um género raro de tatuagem ou vestígios de uma noite mais animada na vila olímpica, mas sim um tipo de terapia que parece estar a ter cada vez mais seguidores, em particular nadadores e ginastas.

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à UE e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido perdão da dívida como os partidos da esquerda chegaram a defender.

  • Ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • "Têm um verdadeiro amigo na Casa Branca"

    Mundo

    O Presidente norte-americano reafirmou esta sexta-feira o apoio ao direito de porte de armas no país, sublinhando, numa convenção daquele 'lobby', que "o ataque de oito anos às liberdades consagradas no Artigo 2.º [da Constituição]" terminou.

  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.