sicnot

Perfil

Rio 2016

Ginasta sul-coreana "atordoada" com impacto da selfie com tirou com norte-coreana

© Dylan Martinez / Reuters

A ginasta sul-coreana Lee Eun-Ju disse hoje que está "atordoada" com o impacto político e mediático provocado pela 'selfie' que tirou com a sua homóloga norte-coreana Hong Un-jon.

"Eu vi-a e pedi-lhe para tirar uma foto, queria ficar com uma recordação", afirmou a ginasta ao canal sul-coreano KBS, acrescentando: "Não esperava tantas reações, estou atordoada".

A fotografia das duas ginastas inundou as redes sociais e tornou-se simbólica, uma vez os dois países mantêm há décadas relações bastante tensas.

Thomas Bach, presidente do Comité Olímpico Internacional (COI) considerou que a foto das duas ginastas é a "ilustração perfeita do espírito olímpico".

A sul-corena Lee Eun-Ju, que tinha apenas nove anos quando Hong Un-jon conquistou uma medalha de ouro em Pequim 2008, admite não perceber muito de política e de relações diplomáticas.

"Não sei grande coisa de política, mas sei que a nossa relação com a Coreia do Norte é terrível", afirmou, questionando: "No fim das provas misturamo-nos com os outros atletas e tiramos fotos, porque é que nós, sul e norte-coreanos não podemos fazer o mesmo?".

Lusa

  • A selfie que uniu as Coreias

    Rio 2016

    Uma "selfie" tirada por duas atletas nos Jogos Olímpicos uniu simbolicamente dois países, tradicionalmente de costas voltadas. Coreia do Norte e Coreia do Sul estão de relações cortadas há décadas, mas o espírito olímpico das duas ginastas conseguiu sobrepor-se à tensão geopolítica de anos

  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.

  • Novo avião da TAP com pintura retro
    0:36
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia.