sicnot

Perfil

Rio 2016

Sara Moreira nega que lesão vá afetar o seu rendimento na maratona

Sara Moreira assumiu esta sexta-feira que teve uma lesão que a impediu de treinar durante uma semana, mas rejeitou que a sua prestação na maratona dos Jogos Olímpicos Rio2016 possa ser condicionada por esse percalço.

"Existiu uma lesão, física, uma pequena inflamação na zona do osso, que me impediu durante uma semana de treinar normalmente. Neste momento, as coisas estão a fazer o percurso que tinham de fazer, tenho cumprido um plano de tratamento e as coisas têm corrido bem. Desde que cheguei, há cinco dias, que tenho treinado sem qualquer limitação, sinto-me bem", assegurou a recém-coroada campeã europeia da meia-maratona.

Sara Moreira argumentou que não é uma semana de paragem que a fará estar pior do que aquilo que estava inicialmente preparado.

"O ponto de situação é que me sinto bem, confiante, preparada física e psicologicamente para correr bem no domingo e é dessa forma que vou partir para a maratona. Não é uma semana que estive condicionada, nas 10 semanas que tive de preparação - e não foi completamente parada, porque fiz outro tipo de treino -, que me fará fazer correr de forma diferente no domingo", defendeu.

A menos de dois dias da competição, a maratonista sente-se bem e com as mesmas perspetivas que sempre teve para o Rio2016.

"Nos últimos Jogos Olímpicos, estive nos 10.000 metros e fui 14ª. Tudo o que venha acima disso é melhorar o meu resultado em Jogos. Como é óbvio, tenho de ser sincera, e assumi desde sempre, que o meu objetivo é um lugar entre as oito primeiras e é com esse objetivo que vou partir no domingo. Tudo o que venha acima disso é excelente, mas, da forma como as coisas correram, é o mínimo", apontou.

A atleta do Sporting contou que viajou para o Rio de Janeiro em maio passado para fazer o reconhecimento do percurso, que tem início e final no emblemático Sambódromo carioca.

"Houve algumas alterações devido a umas obras, mas nada de significativo. Em relação às condições, acho que vai estar muito calor no domingo. Eu preparei-me para isso, em Portugal também esteve muito calor nas últimas semanas. A humidade até está abaixo do que tínhamos previsto, o que acaba por ser melhor. Acredito que o calor vai fazer a diferença. Eu sinto-me bem no calor, mas nunca fiz uma maratona no verão e poderei sentir alguma dificuldade", admitiu.

Sara Moreira, de 30 anos, vai cumprir no Rio de Janeiro a sua terceira participação olímpica, depois de ter sido 22.ª nos 3.000 metros obstáculos em Pequim2008 e 14.ª nos 10.000 metros em Londres.

Lusa

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.