sicnot

Perfil

Rio 2016

Sara Moreira nega que lesão vá afetar o seu rendimento na maratona

Sara Moreira assumiu esta sexta-feira que teve uma lesão que a impediu de treinar durante uma semana, mas rejeitou que a sua prestação na maratona dos Jogos Olímpicos Rio2016 possa ser condicionada por esse percalço.

"Existiu uma lesão, física, uma pequena inflamação na zona do osso, que me impediu durante uma semana de treinar normalmente. Neste momento, as coisas estão a fazer o percurso que tinham de fazer, tenho cumprido um plano de tratamento e as coisas têm corrido bem. Desde que cheguei, há cinco dias, que tenho treinado sem qualquer limitação, sinto-me bem", assegurou a recém-coroada campeã europeia da meia-maratona.

Sara Moreira argumentou que não é uma semana de paragem que a fará estar pior do que aquilo que estava inicialmente preparado.

"O ponto de situação é que me sinto bem, confiante, preparada física e psicologicamente para correr bem no domingo e é dessa forma que vou partir para a maratona. Não é uma semana que estive condicionada, nas 10 semanas que tive de preparação - e não foi completamente parada, porque fiz outro tipo de treino -, que me fará fazer correr de forma diferente no domingo", defendeu.

A menos de dois dias da competição, a maratonista sente-se bem e com as mesmas perspetivas que sempre teve para o Rio2016.

"Nos últimos Jogos Olímpicos, estive nos 10.000 metros e fui 14ª. Tudo o que venha acima disso é melhorar o meu resultado em Jogos. Como é óbvio, tenho de ser sincera, e assumi desde sempre, que o meu objetivo é um lugar entre as oito primeiras e é com esse objetivo que vou partir no domingo. Tudo o que venha acima disso é excelente, mas, da forma como as coisas correram, é o mínimo", apontou.

A atleta do Sporting contou que viajou para o Rio de Janeiro em maio passado para fazer o reconhecimento do percurso, que tem início e final no emblemático Sambódromo carioca.

"Houve algumas alterações devido a umas obras, mas nada de significativo. Em relação às condições, acho que vai estar muito calor no domingo. Eu preparei-me para isso, em Portugal também esteve muito calor nas últimas semanas. A humidade até está abaixo do que tínhamos previsto, o que acaba por ser melhor. Acredito que o calor vai fazer a diferença. Eu sinto-me bem no calor, mas nunca fiz uma maratona no verão e poderei sentir alguma dificuldade", admitiu.

Sara Moreira, de 30 anos, vai cumprir no Rio de Janeiro a sua terceira participação olímpica, depois de ter sido 22.ª nos 3.000 metros obstáculos em Pequim2008 e 14.ª nos 10.000 metros em Londres.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Donald Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Encontrados dez sobreviventes no hotel engolido por um avalanche em Itália
    1:44
  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.