sicnot

Perfil

Rio 2016

Murray volta a conquistar título olímpico e diz que jogo foi um dos "mais duros"

© Marcos Brindicci / Reuters

O bicampeão olímpico de ténis Andy Murray admitiu hoje que o encontro frente ao argentino Juan Martín del Potro foi um dos "mais duros" que teve de disputar para conquistar um "título importante".

"Estou realmente feliz. Este foi um dos encontros mais difíceis que tive de jogar para ganhar um título importante. Foi muito duro física e emocionalmente", admitiu o primeiro tenista a revalidar o título de singulares masculinos em Jogos Olímpicos.

O escocês precisou de quatro horas e dois minutos para se impor pelos parciais de 7-5, 4-6, 6-2 e 7-5 ao 'carrasco' do sérvio Novak Djokovic, líder do 'ranking' mundial, do espanhol Rafael Nadal e do português João Sousa.

"Não tinha visto qualquer dos seus jogos anteriores até ao de sábado com Nadal. Hoje jogou extremamente bem, é assombroso como voltou depois de tudo o que passou com o pulso, uma e outra vez com o mesmo problema. É surpreendente que tenha voltado e que o tenha feito a este nível. Deve estar muito orgulhoso, pois não é algo fácil de fazer", elogiou.

Murray entende que Del Potro "definitivamente" pode voltar a estar entre os cinco melhores jogadores do mundo.

A troca de vaias entre as claques de ambos foi desvalorizada por Murray, que preferiu destacar "o grande ambiente", considerando que as bocas "não constituíram qualquer problema" para o decorrer do encontro.

"O público estava dividido de forma muito igual. Nos Grand Slam não é parecido, pois apoiam um jogador. Não é um ou outro. É bastante diferente", concluiu.

Murray tem agora como próxima meta vencer o Open dos Estados Unidos.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.