sicnot

Perfil

Rio 2016

Fernando Pimenta diz que folhas causaram resultado frustrante

Fernando Pimenta diz que folhas causaram resultado frustrante

O canoísta Fernando Pimenta apontou esta terça-feira as folhas na Lagoa Rodrigues de Freitas como responsáveis pelo seu quinto lugar no K1 1.000 metros, garantindo que estava na melhor forma de sempre para os Jogos Olímpicos Rio2016.

O canoísta português perdeu o controlo da embarcação, porque, na sua opinião, alguma folha deve ter ficado presa ao leme.

"A partir daí, foi sofrer para tentar minimizar os estragos. Infelizmente não consegui chegar ao pódio, porque a folha colou muito de início. Claro que para mim é frustrante, quatro anos da minha vida, depois de passar por imensa dificuldades, imensos obstáculos e desafios e chegar aqui e não ver a recompensa, a merecida recompensa. Magoa-me muito, porque são coisas que não sou eu que vou controlar", lamentou.

Desolado, o campeão Europeu de K1 1.000 metros confessou ainda não acreditar no azar que teve.

Fernando Pimenta sabia que havia a probabilidade de encontrar obstáculos externos nas águas da Lagoa Rodrigues de Freitas, uma vez que, em setembro passado, no evento-teste, andou 15 minutos a apanhar algas antes da sua prova.

"Desta vez eram folhas que estavam soltas, não eram folhas presas ao fundo da Lagoa. Houve uma altura em que andei a fazer um bocado de 'slalom', nas filmagens dará para ver isso, perfeitamente. Quando comecei a perder velocidade não é que tivesse, como se costuma dizer, rebentado, ou deixado de ter energia, porque estou com as 'baterias' completamente cheias. Se fosse necessário fazer uma, duas ou três provas agora fazia, porque preparei-me muito bem", garantiu.

O medalha de prata de Londres2012 em K2 1.000 metros (ao lado de Emanuel Silva) voltou a frisar que se sentiu bem fisicamente durante toda a prova olímpica,

"Como já referi, os indicadores que tínhamos eram os melhores de sempre. Bati os recordes todos que tinha dos treinos. E tinha tudo para chegar aqui e correr lindamente. Depois, lá está, os fatores externos acabam sempre por influenciar as modalidades 'outdoor' e agora tenho de levantar a cabeça. Daqui a dois dias entro em competição no K4, esta já passou. Agora é respirar e tentar descontrair o máximo possível. É muito duro, muito duro", disse.

Fernando Pimenta desvalorizou ainda a má prestação do dinamarquês René Poulsen, campeão mundial em 2015, e do alemão Max Hoff, bronze em Londres2012, que ficaram atrás de si, indicando que não é o mal dos outros que lhe vai dar ânimo.

Com Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.