sicnot

Perfil

Rio 2016

"Não haveria Jogos se não fosse eu"

Reuters

​O antigo Presidente do Brasil, Lula da Silva, disse esta segunda-feira sentir-se "esquecido" durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, sublinhando que sem o seu trabalho o evento desportivo não teria chegado ao Brasil.

"Na inauguração, senti-me como no filme Sozinho em casa e dei-me conta de que não haveria Jogos Olímpicos se não fosse eu", assinalou o ex-chefe de Estado num ato público realizado na cidade de Santo André, na região metropolitana de São Paulo.

A escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos foi feita em 2009 em Copenhaga, durante o segundo mandato de Lula da Silva, enquanto a sua organização foi gerida sob o chapéu da sua sucessora e afilhada política, Dilma Rousseff.

A própria Rousseff disse recentemente que se sentia como a "mãe" das Olimpíadas" e que considerava Lula como o "pai" daquele que é o maior evento desportivo do mundo.

A inauguração dos Jogos Olímpicos, contudo, foi encabeçada pelo Presidente interino, Michel Temer, que desde 12 de maio substitui Dilma Rousseff, afastada do cargo para o início de um processo que visa a sua destituição do cargo.

Lula também rebateu as críticas sobre a eleição do Rio como palco dos Jogos por causa da pobreza que ainda existe na cidade, apontando que os Olímpicos "não foram feitos para acabar com as favelas".

"É um evento desportivo. Em 500 anos de história, o Brasil não foi mostrado ao mundo da forma que o foi nos últimos 30 dias", acrescentou.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.