sicnot

Perfil

Rio 2016

Tsanko Arnaudov quer divertir-se como fez em Amesterdão

O português Tsanko Arnaudov disse esta terça-feira que se quer divertir nos Jogos Olímpicos Rio2016, como o fez nos Europeus de atletismo, quando conquistou a medalha de bronze no lançamento do peso.

"O meu objetivo é divertir-me ao máximo. Esse foi o meu objetivo em Amesterdão e espero que o consiga cumprir aqui também", disse aos jornalistas, na Aldeia Olímpica.

O recordista nacional do lançamento do peso, que disputa a prova na quinta-feira, diz que melhorar ou igualar a sua marca lhe poderá dar acesso a um diploma olímpico.

"É um bocado mais difícil [chegar a um bom lugar], mas não é impossível. A partir do momento que estamos numa final, tudo é possível. O recorde pessoal, que é 21,06 metros, dá-me garantias dos oito primeiros pelo menos", afirmou.

Dizendo que "é uma sensação única" estar nuns Jogos Olímpicos, o atleta do Benfica, de 24 anos, garante que são poucas as diferenças para outra competição.

"Na minha cabeça muda o dorsal e o local de competição, os adversários são os mesmos. Podemos sentir um pouco mais de pressão, mas gostava de sentir depois da prova, para que isso não me possa impedir de realizar o meu melhor. A única coisa que muda na minha cabeça é o dorsal", assegurou.

Tsanko Arnaudov diz que "pensava que ia ser mais difícil" a adaptação ao Rio de Janeiro, mas que tem gostado dos treinos que tem feito e que está no "bom caminho".

"Vamos ter a minha primeira participação nos Jogos. O que vou fazer é o árbitro que vai dizer, eu não posso dizer aquilo que vou fazer. As minhas expetativas são altas, mas não tenho um número que possa dizer", afirmou.

Para Arnaudov, um dia bom na quinta-feira será "acordar bem disposto e conseguir concretizar" o que fez nos treinos.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.