sicnot

Perfil

Rio 2016

É desconhecido o paradeiro dos nadadores norte-americanos proíbidos de sair do Brasil

O Comité Olímpico Internacional (COI) e o comité organizador dos Jogos Olímpicos Rio2016 afirmaram esta quarta-feira desconhecer se os nadadores norte-americanos Ryan Lochte e James Feigen "saíram da Vila Olímpica", após terem sido proibidos de sair do país.

Uma juíza brasileira proibiu esta quarta-feira a saída do país de Lochte e Feigen, no âmbito da investigação ao assalto que dizem ter sofrido na madrugada de domingo.

A decisão da juíza Keyla Blanc deve-se ao facto de existirem versões contraditórias dos atletas em relação ao assalto.

"Não temos informação sobre se saíram da Vila Olímpica", indicou o porta-voz do COI, Mark Adams, em conferência de imprensa.

De acordo com o jornal O Globo, o nadador Ryan Lochte terá dito que ele e outros três companheiros de equipa tinham sido assaltados à mão armada, depois de saírem de uma festa no bairro da Gávea.

Um depoimento que entra em contradição com as imagens de vídeo vigilância na Aldeia Olímpica, nas quais os nadadores aparecem tranquilos e com os seus bens pessoais, depois de passarem pelos detetores de metais.

De acordo com a imprensa brasileira, Lochte, Bentz e Conger já terão deixado o Brasil.

Lusa

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.