sicnot

Perfil

Rio 2016

Organização do Rio 2016 estima que faltam 54,6 M€ para os Paralímpicos

O comité organizador dos Jogos Olímpicos do Rio2016 indicou esta quinta-feira que necessita de 200 milhões de reais (54,6 milhões de euros) adicionais para realizar os Jogos Paralímpicos "com o nível de serviços" previstos.

Em conferência de imprensa, o porta-voz do Rio2016 Mario Andrada justificou o défice com a fraca venda de ingressos e com um contributo de patrocinadores inferior ao esperado.

Dos 2,3 milhões de ingressos emitidos, apenas 300 mil (cerca de 12 por cento) foram vendidos.

Entretanto, um tribunal federal brasileiro levantou o 'congelamento' de fundos destinados aos Jogos Paralímpicos Rio2016, para garantir a realização do evento.

Na semana passada, o mesmo tribunal tinha retido a transferência de fundos para o evento, por considerar que todos os relatórios apresentados não eram credíveis sobre a forma como as verbas seriam canalizadas.

Este congelamento de fundos tinha impedido a organização dos Jogos Paralímpicos disponibilizar verbas a vários países, que lhes permitissem viajar até ao Rio de Janeiro, já que não dispunham de meios próprios para o fazer.

Face a esta situação, houve mesmo ameaças de países mais carenciados de não se deslocarem ao Rio de Janeiro para participarem nos Jogos Paralímpicos.

"Seria uma vergonha para o Brasil não fazer esses Jogos", disse na segunda-feira o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que se disponibilizou a canalizar 150 milhões de reais (42,4 milhões de euros) para cobrir parte do financiamento em falta.

Os Jogos Paralímpicos realizam-se de 07 a 18 de setembro, no Rio de Janeiro.

Lusa

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Letizia, uma rainha da nova geração
    2:01