sicnot

Perfil

Rio 2016

Comité dos EUA pede desculpas públicas pelo comportamento de quatro nadadores

O Comité Olímpico dos Estados Unidos (USOC) pediu esta quinta-feira desculpas públicas pelo comportamento dos quatro nadadores que disseram ter sido assaltados no Rio de Janeiro, admitindo que todos mentiram.

"O comportamento destes atletas não é aceitável e muito menos representa os valores da seleção dos Estados Unidos, nem a conduta da maioria dos seus elementos", aponta o comunicado do USOC, em referência aos nadadores Gunnar Bentz, Jack Conger, Ryan Lochte e James Feigen.

Depois de pedir "desculpas aos anfitriões e a todo o povo brasileiro", o USOC garantiu que avaliará "potenciais consequências" para os nadadores após os Jogos Rio 2016, que terminam no domingo.

A polícia brasileira informou na quinta-feira que o caso dos nadadores dos Estados Unidos, que disseram ter sido assaltados no último domingo no Rio de Janeiro, foi uma briga e não um assalto.

A constatação teve como base imagens de vídeo de um posto de combustível onde os nadadores aparecem a discutir com os funcionários no local.

A investigação começou depois de o quarteto de nadadores ter dito que foi assaltado depois de deixar uma festa na Casa da França, na Lagoa, zona sul do Rio de Janeiro.

No caminho para o alojamento, de táxi, os atletas pararam num posto de gasolina para ir à casa de banho.

No local, um deles teria danificado uma porta e iniciado uma discussão com os funcionários e seguranças. Os funcionários disseram que os nadadores estavam alcoolizados e começaram a urinar no jardim perto da loja de conveniência do posto.

Confrontado com as conclusões da investigação policial, o USOC admitiu que os nadadores "cometeram atos de vandalismo".

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.