sicnot

Perfil

Rio 2016

Maratona e cross country fecham participação portuguesa

© Denis Balibouse / Reuters

Os Jogos Olímpicos Rio2016 terminam hoje com os maratonistas Rui Pedro Silva e Ricardo Ribas e os ciclistas David Rosa e Tiago Ferreira, no 'cross country', a fecharem a participação portuguesa.


Às 09:30 locais (13:30 em Lisboa), os dois atletas portugueses partem do Sambódromo para a maratona masculina dos Jogos, sem aspirações a um lugar no topo da classificação.

A participar pela terceira vez nos Jogos, Rui Pedro Silva, que foi 34.º nos 10.000 metros em Pequim2008 e desistiu na maratona de Londres2012, tem uma melhor marca pessoal de 2:12.15 horas, enquanto Ricardo Ribas vai fazer, aos 39 anos, a sua estreia olímpica, tendo com recorde pessoal 2:13.21.

Numa prova que terá como uma das principais atrações o eslovaco Peter Sagan, campeão mundial de estrada, o 'cross country' olímpico tem início marcado para as 12:30 locais (16:30 em Lisboa), com Tiago Ferreira e David Rosa com olhos no 'top-20'.

Antes da prova, David Rosa assumiu que quer melhorar o 23.º lugar de Londres2012, enquanto Tiago Ferreira, campeão mundial de maratonas, outra vertente do BTT, disse que queria chegar aos primeiros 20 lugares.

A judoca Telma Monteiro, que conquistou, até ao momento, a única medalha portuguesa no Rio2016, com o bronze em -57kg, será a porta-estandarte na cerimónia de encerramento, no Maracanã, a partir das 20:00 locais (00:00 de segunda-feira em Lisboa).

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".