sicnot

Perfil

Rio 2016

Telma Monteiro será porta-estandarte portuguesa na cerimónia de encerramento

Telma Monteiro será porta-estandarte portuguesa na cerimónia de encerramento

© Kai Pfaffenbach / Reuters

A judoca Telma Monteiro, medalha de bronze nos -57 kg, será a porta-estandarte de Portugal na cerimónia de encerramento dos Jogos Olímpicos Rio2016, anunciou hoje o Comité Olímpico de Portugal (COP).


A única medalhada, até ao momento, de Portugal no Rio de Janeiro vai carregar a bandeira lusa no fecho dos primeiros Jogos na América do Sul, uma escolha feita pelo Chefe de Missão.

De acordo com o COP, José Garcia "justifica esta decisão pelo facto de a atleta ter conquistado a medalha de bronze para a delegação portuguesa".

Esta será a segunda vez que Telma Monteira terá o papel de porta-estandarte da comitiva portuguesa, depois de, há quatro anos, em Londres2012, ter carregado a bandeira na cerimónia de abertura.

No Rio de Janeiro, Telma Monteiro chegou à sua primeira medalha olímpica, que lhe tinha 'fugido' nos últimos quatro Jogos, juntando-a a 11 medalhas em Europeus e cinco em Mundiais.

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.