sicnot

Perfil

Rio 2016

Presidente do COI diz que brasileiros devem estar orgulhosos dos Jogos

O presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse no domingo que os brasileiros devem estar orgulhosos da realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

"Nós vos amamos, brasileiros. Obrigado pela calorosa hospitalidade. O Brasil unido animou o mundo nos últims 16 dias. Têm muitas razões para estar orgulhosos", disse o alemão, no seu discurso na cerimónia de encerramentos dos Jogos.

Para Bach, estes "Jogos Olímpicos foram a celebração da diversidade", confiando que os "valores olímpicos vai criar união dentro desta diversidade".

O presidente do COI agradeceu ainda aos atletas, pela sua "incrível prestação" e por terem mostrado "o poder para unir o mundo, competindo com respeito e vivendo juntos", e terem enviado "uma mensagem de paz para todo o mundo".

"Obrigado aos refugiados, que nos inspiraram com o seu talento. São um símbolo de esperança para refugiados para todo o mundo", referiu.

Bach entregou ainda aos cariocas a Taça Olímpica, criada a 110 anos por Pierre de Coubertin, 'pai' dos Jogos modernos.

Por fim, o presidente do COI declarou encerrados os Jogos da XXXI Olimpíada.

Lusa

  • William e Kate apresentam o filho ao mundo
    1:42
  • Marcelo defende debate alargado sobre saúde
    0:57

    País

    O Presidente da República defende que um debate profundo sobre o futuro da saúde deve envolver todos os intervenientes políticos. Para Marcelo Rebelo de Sousa quanto mais partidos estiverem envolvidos na discussão, melhor.

  • Governo apresenta medidas que privilegiam arrendamento e reabilitação
    1:16

    País

    O Governo apresentou esta tarde um novo pacote de medidas para a habitação. Trata-se de uma visão que privilegia o arrendamento e a reabilitação como formas de garantir o acesso a todas as famílias a uma habitação adequada. O primeiro-ministro diz que é preciso segurança nos contratos de arrendamento e avança por isso como uma proposta de benefícios.

  • Salah Abdeslam e cúmplice condenados a 20 anos por tentativa de assassínio de cariz terrorista
    1:11

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo, que remete para o momento em que foi detido em Bruxelas, em março de 2016. Salah Abdeslam e um cúmplice foram considerados culpados de tentativa de assassínio de cariz terrorista pela participação numa troca de tiros com a polícia belga da qual resultaram três agentes feridos. 

  • Beyoncé e a irmã caem no Coachella e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC