sicnot

Perfil

Rio 2016

Primeiro-ministro russo diz que decisão de excluir atletas paraolímpicos foi "cínica"

O primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, rotulou esta terça-feira de "cínica" a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) de rejeitar o apelo dos atletas paraolímpicos russos, impedindo-os de participar nos Jogos do Rio21016.

"A exclusão dos nossos atletas paraolímpicos do Rio2016 é uma decisão cínica, motivada pelo desejo de afastar os principais rivais", escreveu Dmitry Medvedev na sua página na rede social Twitter.

Também o ministro russo dos Desportos, Vitali Mutko, considerou a rejeição pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) do apelo dos atletas paraolímpicos aos Jogos Rio2016 uma decisão "mais política do que jurídica".

"A decisão (do TAS) não emana do campo da lei. É mais política do que jurídica", considerou o ministro russo dos Desportos, Vitali Mutko, citado pela agência de notícias russa TASS, acrescentando que "não havia razão para a rejeição".

O TAS informou que não deu provimento ao recurso interposto a 15 de agosto pelo organismo paralímpico russo, confirmando, consequentemente, a decisão do Comité Paralímpico Internacional (IPC) de suspender a Rússia dos Jogos que se vão realizar no Rio de Janeiro, entre 7 a 18 de setembro.

O IPC tinha anunciado a 07 de agosto a suspensão do Comité Paralímpico Russo, na sequência da investigação de 'doping' e das conclusões do relatório McLaren, que revelou a existência de um sistema generalizado de 'doping' na Rússia com apoio estatal.

O TAS alegou "não ter encontrado qualquer evidência que contradiga os factos em função dos quais foi tomada a decisão do IPC" de assumir a suspensão global da Rússia, ao contrário do Comité Olímpico Internacional (COI), que optou por delegar essa decisão nas federações internacionais das várias modalidades.

O presidente do IPC, Philipe Craven, lamentou que "a sede de glória a qualquer custo da Rússia prejudicou gravemente a integridade e a imagem de todo o desporto", justificando a decisão de suspender todos os atletas russos com base na incapacidade do país cumprir os critérios do código mundial antidopagem.

A Rússia continua a negar as conclusões do relatório McLaren sobre a participação estatal num sistema organizado de 'doping' e, em particular, a intervenção no processo do próprio ministro dos Desportos, Vitaly Mutko.

Os Jogos Paralímpicos disputam-se desde 1948 e têm visto a sua dimensão e importância crescer nos últimos 20 anos, tendo contado na última edição, em Londres2012, com a participação de 4.300 atletas, em representação de 164 países.

Lusa

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à UE e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido perdão da dívida como os partidos da esquerda chegaram a defender.

  • Ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • "Têm um verdadeiro amigo na Casa Branca"

    Mundo

    O Presidente norte-americano reafirmou esta sexta-feira o apoio ao direito de porte de armas no país, sublinhando, numa convenção daquele 'lobby', que "o ataque de oito anos às liberdades consagradas no Artigo 2.º [da Constituição]" terminou.

  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.