sicnot

Perfil

Rio 2016

Campeão de taekwondo Ahmad Abughaush recebido como herói na Jordânia

© Muhammad Hamed / Reuters

Ahmad Abughaush, que se sagrou campeão de taekwondo na categoria de -68kg nos Jogos Rio2016, foi recebido na terça-feira na Jordânia como um herói nacional, depois de ter conquistado a primeira medalha olímpica para o país.

Desde a sua primeira participação em Jogos Olímpicos, em 1980, em Moscovo, a Jordânia nunca tinha conseguido sequer um lugar no pódio.

Agora, o primeiro pódio da história da Jordânia foi logo o lugar mais alto e ocupado por Ahmad Abughaush, de 20 anos.

Rei Abdullah II fretou um avião especial para trazer o campeão e os outros atletas da Jordânia que participaram nos Jogos Olímpicos Rio2016.

Várias dezenas de pessoas esperaram em euforia o novo herói jordano no aeroporto de Amã, acenando com as bandeiras da Jordânia.

Pela capital foram espalhados cartazes com a foto do jovem, de 20 anos, com a inscrição "a nossa juventude é a nossa riqueza".

Lusa

  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.

  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.