sicnot

Perfil

Rio 2016

Parlamento aprova voto de louvor à missão olímpica e paraolímpica portuguesa

A Assembleia da República aprovou esta sexta-feira por unanimidade um voto de louvor às missões portuguesas aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio 2016, "por terem honrado e dignificado o desporto português ao mais alto nível".

O voto, subscrito pelo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e por todos os partidos, sublinha que "os atletas portugueses souberam ser uma vez mais fiéis aos valores da excelência, da amizade e do respeito, e também da coragem, da determinação, da inspiração e da igualdade, os valores que regem os movimentos olímpico e paralímpico".

"Para além do empenho e brio que todos os atletas colocaram nas suas prestações, merecem destaque as cinco medalhas de bronze e os trinta e cinco diplomas obtidos pelas missões nacionais", lê-se no voto.

O documento destaca a única medalha portuguesa nos Jogos Olímpicos, o bronze conquistado pela atleta Telma Monteiro, no judo (-57 kg), "merecendo uma justa palavra de reconhecimento e gratidão pela perseverança e garra que incutiu na sua prestação".

Nos Jogos Paralímpicos, é sublinhada a medalha de bronze nos 400 metros, classe T12 (deficientes visuais), de Luís Gonçalves, a medalha de bronze de Manuel Mendes na maratona T46, e o bronze de José Carlos Macedo, no boccia BC3.

O voto destaca ainda, em termos coletivos, o bronze conquistado pela equipa de boccia BC1-BC2, constituída por Abílio Valente, António Marques, Cristina Gonçalves e Fernando Ferreira, que alcançou a 90.ª medalha para Portugal em Jogos Paralímpicos, ao bater a Argentina por 6-2".

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.