sicnot

Perfil

Rock in Rio

Korn abandonam o palco três vezes e não terminam o concerto no Rock in Rio

Korn abandonam o palco três vezes e não terminam o concerto no Rock in Rio

Os Hollywood Vampires, a banda de Johnny Depp, Alice Cooper e Joe Perry, foram "cabeças de cartaz" no terceiro dia do Rock in Rio Lisboa. As coisas não correram tão bem aos Korn que tiveram de abandonar o palco por três vezes devido a problemas técnicos, o espetáculo da banda californiana durou cerca de meia hora. A banda já pediu desculpas aos fãs através das redes sociais.

  • Korn interrompem concerto

    Cartaz

    Os norte-americanos Korn já subiram ao palco duas vezes... e por duas vezes interromperam o concerto. A banda teve um problema com a mesa de áudio que acompanha a digressão europeia com arranque marcado para esta noite, em Lisboa. Esta tarde, os Korn fizeram soundcheck no Palco Mundo. Veja os momentos da noite em 360º

  • Menos de meia hora de concerto e um adeus apressado dos Korn
    2:57

    Cultura

    Problemas técnicos em palco obrigaram os norte-americanos Korn a fazerem menos de meia hora de concerto hoje no festival Rock in Rio Lisboa e com o público a responder com uma monumental assobiadela. Os Hollywood Vampires, a banda de Johnny Depp, Alice Cooper e Joe Perry, também atuaram ontem à noite.

  • Uma tarde solidária com Johnny Depp
    2:57

    Cultura

    Johnny Depp e os restantes elementos dos Hollywood Vampires aproveitaram a passagem por Lisboa para fazer uma boa acção. Antes do concerto desta noite no Rock in Rio, ajudaram a colocar aparelhos auditivos em 35 utentes da Santa Casa da Misericórdia.

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49