sicnot

Perfil

Shimon Peres 1923-2016

Shimon Peres 1923-2016

Shimon Peres 1923-2016

Hamas aplaude morte do antigo PR israelita e apelida-o de criminoso

© Osman Orsal / Reuters

A organização islamita palestiniana Hamas, considerada um grupo terrorista pela União Europeia, aplaudiu hoje a morte do antigo presidente israelita Shimon Peres, apelidando-o de criminoso e referindo que "o povo palestiniano está feliz" com a sua morte.

"O povo palestiniano está feliz com a morte deste criminoso", declarou hoje um porta-voz do Hamas na Faixa de Gaza.

Para o Hamas, considerado um grupo terrorista não pela UE como também por Israel e pelos Estados Unidos, "Shimon Peres era um dos últimos fundadadores israelitas da ocupação".

"A sua morte marca o fim de uma era na história da ocupação israelita", declarou Sami Abu Zuhri à agência de notícias francesa France Presse.

A Autoridade Palestiniana reagiu, por intermédio do presidente Mahmud Abbas, que apelidou Shimon Peres de "corajoso parceiro pela paz".

No entanto, horas antes, uma antiga porta-voz da Autoridade Palestiniana, Diana Buttu, tinha colocado um post nas redes sociais com uma visão bem diferente.

"Peres era um criminoso de guerra sem remorsos. O revisionismo da história não vai funcionar", escreveu a antiga dirigente.

Considerado em várias partes do mundo como um elemento que contribuiu para a paz, muitos palestinianos olham para a história de Shimon Peres de forma muito diferente, acusando-o de ser uma figura central nas sucessivas guerras israelo-árabes e na política de ocupação dos territórios palestinianos.

Peres era também primeiro-ministro quando, em 1996, mais de 100 civis morreram na aldeia libanesa de Qana na sequência de bombardeamentos das forças israelitas. Os civis tinham procurado refúgio numa base das Nações Unidas.

O ex-presidente de Israel e Nobel da Paz Shimon Peres morreu hoje, por volta das 03:00 (01:00 em Lisboa).

Shimon Peres sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) a 13 de setembro e encontrava-se hospitalizado desde então.

Peres era o último sobrevivente da geração dos "pais fundadores" de Israel e foi um dos principais artesãos dos acordos de Oslo, assinados com os palestinianos em 1993, o que lhe valeu a atribuição do Nobel da Paz em 1994.

Shimon Peres ocupou quase todos os mais importantes cargos políticos em Israel - ministro de várias pastas em vários governos, primeiro-ministro interino, primeiro-ministro e presidente (2007-2014).

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Bastidores do sambódromo: um espétaculo à parte
    3:22
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.