sicnot

Perfil

Shimon Peres 1923-2016

Shimon Peres 1923-2016

Shimon Peres 1923-2016

Israel "perdeu um pai" cuja herança será sempre lembrada

O presidente do Parlamento Europeu (PE), Martin Schulz, salientou hoje que o povo israelita "perdeu um pai" com a morte de Shimon Peres, um marco na história do país que deixou uma herança que será sempre lembrada.

"Hoje, o povo israelita perdeu um pai e um marco na paisagem política e ma história do país. Partilhamos a sua dor", disse Schulz num comunicado.

A "imensa herança" do ex-primeiro-ministro e Presidente de Israel nunca será esquecida e continuará a inspirar aqueles que acreditam na diplomacia, no diálogo e na reconciliação", acrescentou.

O presidente do PE saudou ainda "a memória de um estadista excepcional e visionário: um verdadeiro defensor da segurança, paz e dignidade", lembrando que o líder israelita tinha "uma visão para o Médio Oriente" e acreditava na paz" com os palestinianos e "os países árabes vizinhos".

Shimon Peres sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) a 13 de setembro e encontrava-se hospitalizado desde então.

Peres era o último sobrevivente da geração dos "pais fundadores" de Israel e foi um dos principais artesãos dos acordos de Oslo, assinados com os palestinianos em 1993, o que lhe valeu a atribuição do Nobel da Paz em 1994.

Shimon Peres ocupou quase todos os mais importantes cargos políticos em Israel - ministro de várias pastas em vários governos, primeiro-ministro interino, primeiro-ministro e Presidente (2007-2014).

Lusa

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11