sicnot

Perfil

Shimon Peres 1923-2016

Shimon Peres 1923-2016

Shimon Peres 1923-2016

Marcelo recorda Peres como figura mundial de paz e exemplo notável

© Nir Elias / Reuters

O Presidente da República lembrou hoje o antigo chefe de Estado de Israel Shimon Peres como uma grande figura mundial de paz, de fraternidade e de solidariedade, sublinhando a importância do seu exemplo notável não ser esquecido.

"A paz deve-lhe muito, como foi reconhecido pelo Prémio Nobel e é com muita pena que vemos desaparecer uma figura de paz, de fraternidade, de solidariedade, de criação de condições para aquela área que tanto tem sofrido a guerra, a incompreensão, o afrontamento", afirmou o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações aos jornalistas à saída do Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações, que decorre em Lisboa.

Fazendo votos para que "o exemplo notável e que apela muito no coração de todos os que amam a paz em todo o mundo" possa servir de inspiração, o Presidente da República considerou Shimon Peres como "uma grande figura não apenas nacional, mas mundial".

Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda que o antigo Presidente de Israel tinha sido convidado a deslocar-se a Portugal e que a visita deveria realizar-se dentro de um mês.

"Mas, infelizmente não vai acontecer", lamentou.

O Presidente da República acrescentou ainda que já apresentou os sentimentos à família de Shimon Peres e ao povo israelita.

O ex-presidente de Israel e Nobel da Paz Shimon Peres morreu hoje, por volta das 03:00 (01:00 em Lisboa).

Shimon Peres sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) a 13 de setembro e encontrava-se hospitalizado desde então.

Peres era o último sobrevivente da geração dos "pais fundadores" de Israel e foi um dos principais artesãos dos acordos de Oslo, assinados com os palestinianos em 1993, o que lhe valeu a atribuição do Nobel da Paz em 1994.

Shimon Peres ocupou quase todos os mais importantes cargos políticos em Israel - ministro de várias pastas em vários governos, primeiro-ministro interino, primeiro-ministro e presidente (2007-2014).

Lusa

  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Duas pessoas alvejadas devido a disputa de linha de água em Cabeceiras de Basto
    1:23

    País

    Duas pessoas foram alvejadas por causa de uma disputa de uma linha de água, esta terça-feira, em Cabeceiras de Basto. O suspeito escondeu-se num barracão, mas acabou por ser detido pela GNR. As vítimas sofreram ferimentos ligeiros no braço e no peito. O tenente André Rodrigues, do Comando de Braga, revelou que os disparos foram feitos com uma caçadeira.

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Participante no incidente em Charlottesville teme pela vida
    1:43

    Mundo

    Um dos participantes nos incidentes em Charlottesville e membro de um grupo de extrema-direita supremacista teme vir a ser detido ou até morto, pelas declarações que fez durante uma reportagem da Vice News, que se tornou viral nas redes sociais.