sicnot

Perfil

Sismo em Itália

Freira torna-se um dos rostos de sobrevivência do sismo em Itália

Freira torna-se um dos rostos de sobrevivência do sismo em Itália

Entre as histórias e relatos das vítimas do sismo em Itália, há uma imagem que marca o dia. A de uma freira, ao telemóvel, sentada no chão, horas depois de ter sido resgatada.

  • Corrida contra o tempo para encontrar sobreviventes em Itália
    0:50

    Sismo em Itália

    Encontrar sobreviventes entre os escombros é a principal prioridade das equipas de busca, nas regiões atingidas pelo forte sismo que abalou Itália. Oficialmente são 247 as vítimas mortais apesar de as estimativas apontarem para números superiores. São vistos vários cães nas zonas mais afetadas. Os animais têm auxiliado as equipas nas buscas nesta primeira manhã de trabalhos depois do abalo de 6,2 sentido ontem.

  • Sobreviventes passam a noite em abrigos improvisados em Amatrice
    0:46

    Mundo

    Dezenas de sobreviventes passaram a noite em abrigos improvisados. Idosos e crianças foram instalados no interior de um ginásio enquanto os restantes estão em tendas instaladas num campo de futebol de Amatrice. Um dos voluntários da Proteção Civil italiana, Tiziano de Carolis, explica que, ainda assim, alguns não quiseram abandonar as propriedades e prefiram ficar nos carros. Voluntártio

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.