sicnot

Perfil

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Facebook lança apelo para donativos às vítimas do sismo no Nepal

O Facebook lançou um apelo aos internautas para fazerem um donativo destinado às vítimas do sismo no Nepal e propôs oferecer 2 milhões de dólares para completar as contribuições que forem feitas. 

© China Stringer Network / Reut

"As pessoas manifestam a intenção de apoiar as vítimas do sismo que assolou as populações do Nepal, India e Bangladesh", explicou a direção do Facebook no seu blogue.

 

Na segunda-feira, o Facebook enviou aos seus utilizadores uma mensagem convidando-os a fazerem um donativo à Organização Não Governamental International Medical Corps, que enviou equipas de socorro para região sinistrada.

 

O Facebook também ativou um sistema de alerta, chamado de "verificação de segurança", permitindo que aqueles que estão na área onde ocorreu a catástrofe previnam os seus familiares e amigos de como se encontram.

 

Desde a introdução deste sistema, no último sábado, no Nepal, assim como em algumas áreas do Bangladesh, Índia e Butão, milhões de pessoas já relataram que estavam seguras enquanto dezenas de milhões disseram que pessoas que conhecem que se encontravam no local estão bem.

 

"Em tempos de crise, temos visto as pessoas recorrerem ao Facebook para saberem o que estava a acontecer, partilhar as suas experiencias e apoiar uns aos outros".

 

 

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.