sicnot

Perfil

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Pelo menos 21 portugueses identificados no Nepal, sete deixaram o país

O secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, disse hoje à agência Lusa que estavam pelo menos 21 portugueses no Nepal na altura em que ocorreu o sismo, sendo que sete pessoas já abandonaram o país.

YONHAP/ EPA

"Neste momento, são vinte e um portugueses" que foram identificados no Nepal, disse José Cesário.

De acordo com o secretário de Estado, "há sete que já saíram do país, alguns estão em via de sair e há outros que pretendem ficar".

José Cesário disse que "há pessoas que ainda estão a estudar a forma de deixar o país".

"É uma contabilidade que nós não sabemos quando é que vai acabar. Nenhum destes cidadãos está registado em lado nenhum. Estamos a aguardar", afirmou.

"Estamos a tentar contactar todos os portugueses pelas vias possíveis. Estamos a tentar perceber se eles têm documentos. Se têm forma de sair e, em casos extremos, vamos apoiar a sua saída do país", sublinhou.

O sismo, de magnitude 7,8 na escala de Richter, foi registado no sábado e teve o epicentro a cerca de 80 quilómetros de Katmandu, e o número de mortos já ultrapassa os quatro mil, de acordo com fontes oficiais do Nepal e de países vizinhos.

O abalo foi sentido noutros países, como Índia, Bangladesh e China, e provocou avalanchas nos Himalaias.

O sismo, de magnitude 7,8 na escala de Richter, foi registado no sábado e teve o epicentro a cerca de 80 quilómetros de Katmandu, e o número de mortos já ultrapassa os quatro mil, de acordo com fontes oficiais do Nepal e de países vizinhos.

O abalo foi sentido noutros países, como Índia, Bangladesh e China, e provocou avalanchas nos Himalaias.

O secretário de Estado das Comunidades disse que todos os portugueses estão bem, não havendo notícia de feridos.

Luís Almeida, um dos portugueses que estão nos Himalaias há uma semana numa expedição, disse que "estão todos bem", apesar das dificuldades causadas pelo sismo no Nepal.

Numa mensagem escrita, enviada na segunda-feira à agência Lusa, Luís Almeida, que está a participar numa expedição organizada pela Espaços Naturais às montanhas dos Himalaias, garantiu que os portugueses "estão todos bem".

No Portal das Comunidades Portuguesas (http://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/conselhos-aos-viajantes), os cidadãos podem obter informações úteis antes de viajar para o estrangeiro, nomeadamente como realizar o seu registo de viagem junto das autoridades portuguesas (Registo ao Viajante - gec@mne.pt), o que facilita o contacto em momentos de emergência.


Lusa
  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.

  • PJ de Portimão deteve italiano foragido
    0:55

    País

    A Polícia Judiciária de Portimão deteve em Lagos um homem italiano que aguardava extradição. O antigo piloto de automóveis esteve foragido durante quase um ano, depois de ter cortado a pulseira eletrónica.