sicnot

Perfil

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

ONU lança apelo de 44,8 milhões para ajudar crianças no Nepal

A ONU lançou hoje um apelo de 44,8 milhões de euros para auxílio humanitário no Nepal, elevando para 1,7 milhões o número de crianças que necessitam de ajuda urgente, na sequência do terramoto de sábado passado. 

reuters

 O terramoto de magnitude 7,8 na escala de Richter, ocorrido no sábado, matou 5.000 pessoas e provocou ferimentos a mais de 10.000 pessoas, destruindo numerosos edifícios históricos e atingiu as infraestruturas básicas do Nepal, referiu hoje o Fundo das Nações para a Infância (UNICEF) em comunicado de imprensa.

Citado na nota, o representante da UNICEF no Nepal, Tomoo Hozumi, disse que 80% das unidades sanitárias em cinco distritos mais afetados foram amplamente danificadas e que 274 das 323 escolas avaliadas em 16 distritos foram parcial ou totalmente danificadas.

Tomoo Hozumi referiu ser necessário encontrar espaços de aprendizagem temporários para permitir as crianças estabelecerem uma rotina escolar, devido ao terremoto que "provocou desespero" em milhares de crianças.

"A vida de muitas crianças ficou profundamente dilacerada e elas estão desesperadas" em busca de apoio para ter acesso à água potável, abrigo e saneamento, disse Tomoo Hozumi.

O responsável pela agência da ONU alertou para risco de propagação de doenças relacionadas com a falta de água potável no Nepal, onde se estima que apenas uma em cada cinco pessoas tem acesso ao precioso líquido.

"Muitas famílias estão a lutar simplesmente para se proteger do sol e da chuva", disse Tomoo Hozumi, admitindo que, nos próximos dias, a contagem dos novos dados poderão permitir apurar "a plena dimensão da catástrofe".

De acordo com o último balanço do Ministério do Interior nepalês, o sismo, de magnitude 7,8 na escala de Richter, causou 5.057 mortos, 10.915 feridos e mais de 450 mil deslocados internos. 

O terramoto de sábado foi o de maior magnitude registado no Nepal nas últimas oito décadas. 

Lusa

  • Nepalês ontem resgatado com vida conta que já tinha perdido a esperança
    0:42

    Sismo no Nepal

    Quase quatro dias depois do sismo que abalou o Nepal, um jovem foi ontem resgatado com vida debaixo dos escombros de um edifício. Rishi Khanal, de 28 anos, foi salvo por uma equipa francesa e pela polícia nepalesa. O jovem nepalês tinha acabado de almoçar no hotel onde trabalhava e subido até ao 2º andar do edifício, agora em ruínas, quando a terra começou a tremer. Ficou com uma perna presa debaixo de uma viga. Os trabalhos prolongaram-se durante 10 horas para conseguir cortar a viga. Rishi foi depois transportado para o hospital, onde apesar do esforço dos médicos, terá que sofrer uma amputação. O sobrevivente contou aos jornalistas que conseguiu sobreviver ao beber a própria urina e que chegou a perder a esperança.

  • Explosão no aeroporto de Damasco

    Mundo

    Uma explosão de grandes dimensões atingiu, esta manhã, o aeroporto de Damasco, na capital Síria. O ataque terá sido realizado pelas forças israelitas.

    Em atualização

  • Habitantes de Almeida barricaram-se durante seis horas em agência da CGD
    2:31

    País

    Perto de 100 pessoas estiveram esta quarta-feira barricadas na agência da Caixa Geral de Depósitos em Almeida, distrito da Guarda. O protesto contra o encerramento da agência só terminou quase seis horas depois, com a garantia que os autarcas serão recebidos na próxima terça-feira pela Administração do banco público. 

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Papa apelou à revolução da ternura
    0:52
  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.

  • Diário de John F. Kennedy vendido por 660 mil euros

    Mundo

    Um diário escrito por John F. Kennedy quando jovem, durante uma curta passagem pelo jornalismo, depois da II Guerra Mundial, foi vendido por mais de 700 mil dólares (642 mil euros), informou esta quarta-feira uma casa de leilões.