sicnot

Perfil

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

UNICEF diz que 70 mil crianças no Nepal precisam de apoio nutricional urgente

A UNICEF afirmou hoje que 70 mil crianças com menos de cinco anos no Nepal precisam de apoio nutricional urgente, de forma a prevenir a deterioração do seu estado de saúde. 

© Ahmad Masood / Reuters

O apelo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) é lançado precisamente um mês depois do forte sismo, de magnitude 7,8 na escala de Richter, que abalou o território nepalês.

No sismo de 25 de abril, mais de 8.600 pessoas perderam a vida e outras 16.800 ficaram feridas. Outro forte abalo, de magnitude de 7,3, foi sentido a 12 de maio. 

De acordo com a UNICEF, cerca de 15 mil crianças nos 14 distritos mais afetados pelo sismo precisam de alimentação terapêutica, como por exemplo pasta de amendoim (rica em nutrientes), para tratar desnutrição severa grave.

A par deste grupo, outras 55 mil crianças em estado de desnutrição severa moderada precisam de alimentação e cuidados suplementares para voltar a ter um desenvolvimento e um crescimento saudáveis. 

Antes do terramoto, uma criança em cada dez no Nepal sofria de desnutrição severa grave, enquanto quase quatro em cada dez registavam um atraso no crescimento devido a um estado de desnutrição crónica, acrescentou a agência da ONU, alertando que o sismo terá agravado este cenário. 

A organização Save the Children também indicou hoje que milhares de recém-nascidos correm sério risco de contrair doenças ou até mesmo de morrer, uma vez que cerca de 93 mil grávidas constam entre a população afetada diretamente pelo sismo. 

Muitas destas mulheres não estão a viver nas respetivas casas, mas sim sob lonas de plástico, em condições de pouca higiene e ao frio, segundo o relato desta organização não-governamental.

A mesma entidade alertou que, quando começar a estação das monções, as chuvas fortes vão aumentar o risco de propagação de doenças, em especial aquelas que são transmitidas através da água como é o caso da cólera.

Até hoje, o plano internacional de ajuda entregou, entre outros itens, mais de 26.000 'kits' de alojamento provisório, mais de 11.800 cabazes de alimentos básicos e perto de 42.600 'kits' de purificação de água, meios que chegaram a cerca de 103.000 pessoas, das quais mais de 43.000 são menores de idade.






Lusa
  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.