sicnot

Perfil

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Centenas de monumentos reabrem ao público no Nepal

Centenas de monumentos reabriram esta segunda-feira ao público, no Nepal, depois dos sismos que, há menos de dois meses, mataram cerca de 8800 pessoas.

Os sismos de 25 de abril e 12 de maio danificaram mais de 700 monumentos no Nepal, alguns deles considerados Património Mundial pela UNESCO.

Os sismos de 25 de abril e 12 de maio danificaram mais de 700 monumentos no Nepal, alguns deles considerados Património Mundial pela UNESCO.

Niranjan Shrestha / AP

O Governo nepalês garante que as estruturas são seguras e já podem ser visitadas pelos turistas, ainda que, em alguns locais, o uso de capacete seja obrigatório. Apenas o templo de Changu, um dos locais hindus mais visitados, continua por abrir. 

Os sismos de 25 de abril e 12 de maio danificaram mais de 700 monumentos no Nepal, alguns deles considerados Património Mundial pela UNESCO.
  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".