sicnot

Perfil

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Recuperados 20 corpos de vítimas do sismo de abril no Nepal

Os corpos de 20 pessoas que morreram no terramoto do Nepal, em abril passado, foram recuperados na zona de Langtang, enquanto as autoridades sublinham que ainda há 39 estrangeiros desaparecidos, informou esta segunda-feira o Ministério do Interior nepalês.

Cerca de 200 pessoas, das quais 100 estrangeiras, ficaram soterradas na zona de Langtang, debaixo de rocha, gelo e barro que se produziu na sequência do terramoto, em 25 de abril passado. (Arquivo)

Cerca de 200 pessoas, das quais 100 estrangeiras, ficaram soterradas na zona de Langtang, debaixo de rocha, gelo e barro que se produziu na sequência do terramoto, em 25 de abril passado. (Arquivo)

© Navesh Chitrakar / Reuters

"Os cadáveres não apresentam condições para identificação, tudo o que podemos dizer neste momento é que recuperámos 20 corpos que foram varridos depois do terramoto", declarou à agência espanhola Efe o porta-voz do ministério, Laxmi Prasad Dhakal, especificando que os restos mortais foram recuperados há "uns dias".

Cerca de 200 pessoas, das quais 100 estrangeiras, ficaram soterradas na zona de Langtang, debaixo de rocha, gelo e barro que se produziu na sequência do terramoto, em 25 de abril passado.

Ainda continuam desaparecidas 159 pessoas, 39 das quais estrangeiras, que se encontravam, fundamentalmente, no campo base do Evereste e na área de Langtang.

Laxmi Dhakal indicou que três corpos já foram enviados para Katmandu e os outros 17 chegarão na terça-feira para serem submetidos a testes de ADN.

Shiva Ram Gelal, chefe de distrito de Rasuwa, onde se encontra Langtang, disse à Efe que cidadãos da zona reclamaram os corpos recuperados, assegurando que pertencem a familiares.

"De qualquer forma decidimos enviar os restos mortais a Katmandu para submetê-los a provas de ADN e assegurarmo-nos da sua identidade", afirmou Shiva Gelal.

O porta-voz da polícia do Nepal, Kamal Singh Bam, declarou que ainda estão a tentar encontrar pessoas desaparecidas, inclusive através das redes sociais.

"Alguns estrangeiros voltaram a casa por sua conta e contactaram-nos através das redes sociais, pelo que estamos a usar estas plataformas para encontrar informação", disse Kamal Bam.

A maior parte dos estrangeiros desaparecidos são dos Estados Unidos, Bélgica, Canadá, França e China, além de quatro espanhóis com quem se perdeu o contacto em Langtang.

De acordo com dados oficiais, o terramoto de abril e as réplicas posteriores, duas delas acima dos 7 na escala de Richter, provocaram 8.898 mortos e 22.309 feridos.

Além disso, 602.257 casas ficaram completamente destruídas e outras 285.099 sofreram algum tipo de danos.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.